Vacinação nos EUA, eclipse no Brasil, Google instável e mais de 14 de dezembro

5 Fatos Tarde, apresentado por Roberta Russo, repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN, em São Paulo
14 de dezembro de 2020 às 14:01 | Atualizado 14 de dezembro de 2020 às 15:16


A primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 nos Estados Unidos, o eclipse solar que pode ser visto no Brasil e a instabilidade nos serviços do Google estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta segunda-feira, 14 de dezembro de 2020.

Coronavac

O governo de São Paulo adiou a entrega dos estudos finais da Coronavac e o pedido de uso da vacina à Anvisa, que seria hoje, para o dia 23 de dezembro. A estratégia agora é entregar um estudo completo da vacina associado à certificação pelo governo chinês. A informação é do diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, à CNN. A expectativa no governo paulista é que a China conceda o registro definitivo da Coronavac em cerca de três dias. Isso colocaria mais pressão sobre a Anvisa, uma vez que a vacina passaria a ter registro da Administração Nacional de Produtos Médicos, a Anvisa chinesa.

EUA começa vacinação

Os Estados Unidos começaram hoje a vacinação contra Covid-19 com o imunizante desenvolvido pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech. A vacina recebeu a aprovação do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), órgão de saúde dos EUA, para o começo da campanha. Profissionais de saúde na linha de frente são os primeiros a receberem suas doses.

Eclipse no Brasil

Um eclipse solar pode ser visto ao longo da tarde em vários países da América do Sul nesta segunda-feira. Esse tipo de eclipse acontece quando o Sol, a Terra e a Lua se alinham de uma forma que acaba impedindo que a luz solar chegue ao nosso planeta.

Serviços do Google instáveis

Algumas das principais plataformas do Google apresentaram instabilidade na manhã de hoje. Usuários do Brasil e outros países relataram problemas para efetuarem o login no Gmail e suas ferramentas, como o Google Drive e o Google Meet, e até mesmo para acessar o YouTube. Procurada pela CNN, a assessoria de imprensa da empresa disse que o Google sofreu uma queda em seu sistema de autenticação por cerca de 45 minutos. O erro foi resolvido às 9h32 e todos os serviços foram restaurandos, explica a empresa. A maioria dos usuários relatou que o sistema foi normalizado no meio da manhã

Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde pretende responder formalmente, nesta segunda-feira, ao Supremo Tribunal Federal (STF) que não é possível marcar uma data para o início da vacinação contra o novo coronavírus. O ministro Ricardo Lewandowski deu 48 horas para o governo se manifestar. De acordo com fontes da pasta, oficialmente o ministério ainda não foi notificado, mas irá responder ainda hoje que sem vacina registrada na Anvisa, não há como marcar vacinação.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br