Aglomerações no feriado, Mourão e Bolsonaro e mais da noite de 7 de setembro

Assista ao 5 Fatos Noite apresentado pela âncora da CNN Daniela Lima

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A decisão da Prefeitura do Rio de rediscutir acesso a bares e praias e a resposta do vice-presidente Hamilton Mourão às informações de que estaria em atrito com o presidente Bolsonaro são os destaques do 5 Fatos Noite desta segunda-feira, 7 de setembro de 2020.

Fim da reeleição

Artigo publicado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reabre o debate sobre o futuro do instituto da reeleição no país. FHC disse que aprovar a reeleição foi um erro. O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, diz que, hoje, o fim da reeleição já tem o apoio da maioria do partido. A sigla quer fazer do tema uma bandeira institucional.

Caso Flordelis

A empresária Regiane Rabelo, testemunha que sofreu um ataque a bomba, vai entregar amanhã vídeos de uma câmera de segurança à polícia. As imagens – que ainda não foram divulgadas para a imprensa –  teriam flagrado o carro do suspeito de executar o ataque. Flordelis é acusada de ser mandante da morte do marido, Anderson do Carmo.

Deltan Dallagnol

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) deve começar a julgar amanhã o processo disciplinar contra o procurador Deltan Dallagnol. Dallagnol é acusado de tentar interferir na eleição para a presidência do Senado em 2018. Na semana passada, ele deixou a Lava-Jato. Às vésperas do julgamento, a força-tarefa da Lava Jato saiu em defesa do procurador e convocou outros colegas a acompanharem a sessão.

Aglomeração no Rio

Após aglomerações no feriadão de 7 de setembro, a Prefeitura do Rio decidiu rediscutir acesso a bares e praias. O comitê científico da prefeitura se reúne até a próxima quarta-feira para avaliar se determina medidas mais restritivas. De acordo com membros do comitê, as cenas registradas causaram muita preocupação e foram consideradas inaceitáveis.

Mourão e Bolsonaro

O vice-presidente Hamilton Mourão rebate informações de que estaria em atrito com o presidente Jair Bolsonaro. As divergências estariam por conta de declarações de Mourão sobre a China e a tecnologia 5G. Em conversa com o analista de política da CNN, Igor Gadelha, o vice-presidente disse que não há tensão entre ele e Bolsonaro. E disse que relato de embate é “onda”.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.

(Edição: Amauri Arrais)

 

Mais Recentes da CNN