Assaltos em Araçatuba: PF cumpre mandados de prisão de mais 16 suspeitos

Polícia Federal cumpriu mandado de prisão de 33 pessoas desde os ataques, no final de agosto

Veículo usado pelos assaltantes com uma das pessoas usadas como escudo humano
Veículo usado pelos assaltantes com uma das pessoas usadas como escudo humano Reprodução/CNN Brasil (30.ago.2021))

Raphael Coraccinida CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A Polícia Federal cumpriu nesta quinta-feira (16) mandados de prisão de 16 suspeitos de terem participado dos atos de violência na cidade de Araçatuba, no interior de São Paulo, no dia 30 de agosto.

Na ocasião, pessoas foram usadas como escudos humanos para que assaltantes de banco fugissem durante ataque a agências bancárias da Caixa e do Banco do Brasil no centro da cidade.

Na fuga, explosivos foram espalhados pelas ruas da cidade.

Três pessoas morreram e três ficaram feridas, uma delas teve os pés amputados por explosivos.

As prisões foram acompanhadas pelo cumprimento de mandados de busca e apreensão nas cidades do estado de São Paulo Araçatuba, Osasco, Santo André, Guarulhos, Monte Mor, além da capital. As operações também abrangeram a cidade de Foz do Iguaçu (PR), na tríplice fronteira.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Federal de Araçatuba.

Antes da ação desta quinta-feira, a PF já havia realizado a prisão de 17 pessoas, o que totaliza 33 mandados de prisão, e cumprido 53 mandados de busca e apreensão.

Identificação genética

A PF afirma que prendeu, no último dia 9, um dos líderes do grupo. A prisão foi feita por meio de uma análise após captação de material genético do suspeito.

“Com base nesta análise, após representação da Polícia Federal, o suspeito, que já era apontado como líder de organização criminosa, especializada em roubos a carros-fortes, teve sua prisão decretada pela 1ª Vara Federal de Araçatuba/SP”, diz a PF.

O mandado de prisão foi cumprido em estabelecimento prisional onde o suspeito já estava, preso por outro crime.

Mais Recentes da CNN