Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bienal do Livro divulga programação e abre venda online de ingressos

    Festival literário acontecerá entre os dias 3 e 12 de dezembro, no Rio de Janeiro

    Mylena Guedesda CNN*

    no Rio de Janeiro

    A Bienal do Livro Rio, maior festival literário do país, iniciou a venda de ingressos nesta quinta-feira (4), de forma online. Este ano, na 20° edição, cerca de 80 editoras já estão confirmadas, além de autores, artistas ligados à literatura e livrarias.

    Entre os dias 3 e 12 de dezembro, no Riocentro, na Zona Oeste da cidade, o público vai debater a questão “que histórias queremos contar a partir de agora?”. Por causa da pandemia da Covid-19, a Bienal será realizada em formato híbrido, com capacidade reduzida para evitar aglomeração.

    De acordo com o presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), um dos realizadores do festival, a leitura é o instrumento fundamental para educação e cidadania.

    “Nos últimos meses, os estudos de mercado têm confirmado a reconexão das pessoas com os livros, o que só reforça a missão e a razão de ser do evento: o incentivo à leitura no Brasil. A Bienal é a grande festa do livro e é muito marcante que esse seja um dos primeiros eventos culturais de grande porte neste momento de transição para dias melhores”, afirma. “Estamos muito felizes em poder continuar ampliando a representatividade do evento junto ao público

    Para discutir temas como desenvolvimento sustentável, democracia, feminismo, saúde mental e LGBTQIAP+, será lançada a Estação Plural. Nesse espaço, o público poderá conversar sobre diversos assuntos com personalidades presentes no evento, como Grabriela Prioli, Lulu Santos, Conceição Evaristo e Thalita Rebouças.

    O festival literário também terá uma área destinada às crianças, chamada de Espaço Metamorfose. Com cenários interativos e lúdicos, o objetivo é que os pequenos leitores despertem o interesse pelas histórias.

    Neste ano, 40.700 alunos da rede municipal de ensino do Rio vão poder participar da Bienal de forma gratuita, após uma parceria com a prefeitura. Segundo a secretaria de educação, cada estudante receberá R$20 para a compra de livros no festival e as 1.561 unidades da rede vão receber até R$S1.600 para acrescentar no acervo.

    “A Bienal é o quarto maior evento da cidade do Rio de Janeiro. Só perde pro Ano Novo, Carnaval e Rock in Rio. Pra gente, da Educação, é o mais importante de todos, disparado. Um espaço, não só de sonhar, mas de realizações”, afirmou o secretário de Educação, Renan Ferreirinha.

    *Estagiária sob supervisão de Maria Mazzei