Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Chuvas no RS: “nossa missão é de busca, salvamento e resgate”, afirma coronel dos Bombeiros

    Coronel da Brigada Militar dos Bombeiros do Amapá relata trabalho integrado com forças locais em meio às enchentes no Rio Grande do Sul

    Da CNN

    O coronel Miranda, da Brigada Militar dos Bombeiros do Amapá, está atuando em Canoas (RS) para auxiliar nas operações de resgate e salvamento após as fortes enchentes que atingiram a região.

    Desde terça-feira, o coronel e sua equipe chegaram de Macapá para auxiliar os companheiros gaúchos. “Nossa missão é a busca, o salvamento e o resgate, diante das condições adversas aqui, muita água, pouco barco”, afirmou.

    O trabalho integrado entre as forças locais e as equipes que chegam de outros estados está sendo coordenado coerentemente. “A gente está procurando fazer a melhor coordenação possível”, explicou o coronel. “Se você ver, no estado todo está distribuído, então a gente tenta fazer da melhor maneira possível uma distribuição coerente de pessoas, de especialistas nessa área de busca, salvamento e resgate.”

    Desafios das enchentes

    De acordo com Miranda, a fase atual é a de resposta, com o resgate de pessoas e animais. “Já foram resgatadas muitas pessoas e animais, e pets, e agora que está baixando começam a aparecer corpos, é a pior parte, é a fase de resgate de corpos e quando a água descer, a reconstrução, que é a mais difícil e a mais onerosa e a mais dolorosa.”

    Além das condições adversas da enchente, os profissionais também enfrentam desafios climáticos. “Tem os desafios de saúde, porque a gente, por exemplo, enfrentou dias muito quentes aqui no Rio Grande do Sul nos últimos dias, mas tem a expectativa, e a gente está sentindo isso agora na pele, da temperatura diminuir também para os próximos dias”, relatou o coronel.

    Apesar das dificuldades, a missão continua até o final. “A gente tem que passar por cima de todos esses desafios. A missão é essa e nós teremos que ir até o final procurando fazer da melhor maneira possível”, concluiu Miranda.