Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Com horário parcial, comércio de BH poderá reabrir nesta quinta-feira

    Segundo a prefeitura, 93% dos estabelecimentos estarão autorizados a funcionar

    Caroline Louise

    Da CNN, em Belo Horizonte

    As atividades comerciais voltam nesta quinta-feira (6), em Belo Horizonte. A prefeitura da cidade informou em coletiva de imprensa que a queda da velocidade da transmissão do novo coronavírus e da procura por leitos hospitalares permitiram a retomada parcial das atividades comerciais.

    O programa de flexibilização tem três fases. A primeira começa nesta quinta (6) e vai até sábado (8), contemplando o comércio de rua, shoppings, salões de beleza, galerias e atividades drive-in.

    Cada estabelecimento tem um horário determinado de funcionamento estabelecido pela prefeitura, seguindo as medidas sanitárias para segurança e proteção de clientes e funcionários.

    Já na próxima semana, os estabelecimentos poderão funcionar por mais um dia: de quarta a sábado, também em horários predefinidos. 

    Leia também:

    Guarda Municipal da prefeitura de Belo Horizonte agride clientes de bar

    Multa para quem não usar máscara em Belo Horizonte começa a valer nesta terça

    Desde o dia 29 de junho, apenas as atividades essenciais estavam funcionando na cidade, que antes chegou a ter duas fases de reabertura gradual, sendo a primeira no dia 25 de maio e a  segunda fase no dia 8 de junho.

    Na época, foi permitida a reabertura de shoppings populares, lojas de bebidas, artigos esportivos e floriculturas. No entanto, todas foram novamente suspensas no dia 29 de junho por conta do aumento dos números relacionados ao novo coronavírus.

    Por outro lado, bares, restaurantes, shoppings e academias, continuam fechados desde o dia 18 de março, quando foram decretadas as primeiras restrições e fechamentos de estabelecimentos. 

    Segundo a prefeitura, 93% das empresas receberam a permissão de reabertura, conforme protocolo e medidas determinadas. 

    A CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), entidade de classe que representa os setores de serviço e comércios de Belo Horizonte, afirmou que, se a prefeitura de Belo Horizonte tivesse cumprido a promessa de aumentar a disponibilidade de leitos públicos, o comércio já estaria aberto há muito tempo, evitando a “quebradeira” de milhares de negócios e o desemprego de milhares de trabalhadores.

    Números

    Na cidade, a taxa de ocupação de leitos de UTI destinados a pacientes infectados com a covid-19 está em 84%. Já foram contabilizadas contabiliza 605 mortes pela doença e há 22.411 casos confirmados segundo o último boletim divulgado pela prefeitura. 

    Abaixo, o esquema de reabertura de atividades não essenciais da fase 1 a partir desta quinta:

    Primeira semana da fase 1 (6 a 8 de agosto):
    – Todo o comércio varejista não contemplado na fase de controle: estabelecimentos de rua, centros de comércio e galerias. De quinta a sábado, entre 11h e 19h. 
    – Comércio atacadista da cadeia do comércio varejista (incluindo vestuário). Quinta a sábado, entre 11h e 19h. 
    – Cabelereiros, manicures e pedicures: quinta a sábado, entre 11h e 20h. 
    – Shopping centers, centros de comércio e galerias: quinta a sábado, entre 12h e 20h. 
    – Atividades na modalidade drive-in: sexta a domingo, de 14h às 23h.