Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em assistência à população Yanomami, governo anuncia construção de primeiro hospital indígena

    Medidas de saúde e segurança foram priorizadas

    Pedro Pupulimda CNN*

    O Governo Federal anunciou a construção do primeiro hospital de retaguarda indígena do país. A novidade foi divulgada na tarde desta quinta-feira (22) em coletiva de imprensa realizada no Salão Leste do Palácio do Planalto, com medidas ao povo Yanomami.

    O hospital será construído em Boa Vista (RR), e o início de suas obras não tem data prevista. De acordo com o secretário de Saúde Indígena Weibe Tapeba, a intenção é realizar com urgência um processo de licitação para que a construção comece o quanto antes.

    Segundo o secretário, a principal função do empreendimento é levar um serviço de atenção especializada de alta e média complexidade para a população Yanomami e para os demais povos indígenas do estado de Roraima.

    Além da construção do hospital, outras medidas direcionadas ao povo Yanomami foram anunciadas na coletiva, que contou com a participação da ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, a secretária de Vigilância e Saúde do Ministério da Saúde, Ethel Maciel, e Weibe Tapeba.

    Casa de governo em Boa Vista

    A ministra Sonia Guajajara anunciou a construção de uma casa de governo em Boa Vista. Com o objetivo de fiscalizar a implementação de ações necessárias dentro do território Yanomami, a casa será composta por 13 ministérios.

    Segundo Guajajara, uma comitiva interministerial irá a Boa Vista no próximo dia 28 para dialogar com lideranças indígenas da região sobre as novas medidas a serem implementadas, como a instalação de bases “inter-agência” dentro do território.

    Com essas bases, o governo pretende fiscalizar permanentemente a presença de garimpeiros na região, e contará com apoio direto das Forças Armadas, da Polícia Federal e Força Nacional de Segurança Pública, segundo a ministra.

    Para a construção da casa de governo e do hospital de retaguarda, o Ministério dos Povos Indígenas garantiu um crédito extraordinário de R$ 1,2 bilhão.

    Demais medidas

    Confira abaixo as demais medidas voltadas à etnia Yanomami divulgadas pelo governo:

    – Centro de referência na região do Surucucu, considerada estratégica pelo Governo.

    – A construção de 22 unidades básicas de saúde indígena.

    – Finalizar a reforma completa da casa de saúde indígena em Boa Vista.

    – A realização do Inquérito de Saúde Indígena, em parceria com o IBGE, para identificar a subnotificação de dados no território.