Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Foco é salvar vidas, diz prefeito de Ilhéus sobre chuvas na Bahia

    Município é um dos mais afetados pelas chuvas no estado, que já duram quatro dias

    Layane SerranoDuda Cambraiada CNN

    Ouvir notícia

    O município de Ilhéus, na Bahia, é um dos mais afetados pelos alagamentos decorrentes dos quatro dias de chuvas que têm atingido o estado. Em entrevista à CNN neste domingo (26), o prefeito de Ilhéus, Mario Alexandre (PSD) afirmou que, no momento, a prioridade está sendo salvar a vida da população afetada.

    “Nesse primeiro momento, o foco é salvar as vidas das pessoas, cuidar da nossa gente. Hoje, por exemplo, a chuva reduziu um pouco, esperamos que a gente possa reduzir completamente essa chuva para tratar da reconstrução da cidade”, disse.

    Segundo Alexandre, “a vida não está sendo fácil aqui em Ilhéus, e em grande parte da Bahia”. Até o momento, já foram informadas 18 mortes no estado, com 16 mil pessoas desabrigadas.

    “Não à toa a gente vê o governador pessoalmente vindo coordenar a estratégia de atender essas necessidades. Aqui em Ilhéus temos 26 altos onde a maioria da população vive, e temos procurado atender da melhor forma, com toda a equipe de segurança, polícia militar, corpo de bombeiros, defesa civil”, afirma Alexandre.

    O prefeito informou que a população afetada, ou em busca de informações, pode entrar em contato com as autoridades pelos números 193 ou 190. Também é possível se informar presencialmente, em um centro de operações na cidade que funciona 24 horas por dia.

    “As pessoas estão tão vulneráveis, precisando de tanta ajuda, amor e solidariedade”, disse. Alexandre afirmou que espera que as chuvas possam diminuir na última semana do ano, permitindo uma redução das enchentes na região.

    De acordo com ele, os hotéis e pousadas em Ilhéus, que atrai turistas anualmente, já estavam com 100% de lotação desde outubro de 2021. Para os turistas, a recomendação é a mesma dada para o resto da população: “tem que ter o cuidado necessário, e não ir em lugares alagados”.

    Mais Recentes da CNN