Governo de SP prorroga quarentena no estado até 16 de dezembro

Decisão é motivada principalmente pelo aumento no número de pacientes internados com Covid-19 em todo o estado

Henrique Andrade e Bianca Camargo, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), prorrogou a quarentena no estado até 16 de dezembro. A medida, anunciada na coletiva de imprensa do governo na última segunda-feira (16), foi publicada no Diário Oficial de São Paulo nesta terça (17).

Como explicado na coletiva, a decisão é motivada principalmente pelo aumento no número de pacientes internados com Covid-19 em todo o estado. Na última semana epidemiológica, entre 8 e 14 de novembro, os hospitais públicos e privados registraram alta de 18% nas internações, com a média móvel aumentando de 859 para 1.009.

Leia e assista também

Se for necessário, vamos recuar no Plano SP, diz secretário estadual de Saúde

Brasil ainda pode ter segunda onda de Covid-19, afirma infectologista

Governo de SP suspende fase azul e 2020 não terá autorização para aglomeração

Em entrevista à CNN na manhã desta terça-feira (17), o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, comentou a preocupação com estes dados: “De repente nós vamos direto para uma elevação no número de internações, o que merece uma atenção muito especial e uma cautela muito grande.”

Gorinchteyn também pediu que a população continue “saindo de casa com responsabilidade, usando máscaras e evitando aglomerações”. O secretário afirmou que, se necessário, as regiões podem retroceder as fases do Plano SP.

A atualização do Plano SP, que regulamenta os critérios de retomada das atividades no estado, teve que ser adiada para o dia 30 de novembro. A decisão de postergar a atualização, que estava prevista para essa semana, é em razão de instabilidade nos dados de óbitos e casos de coronavírus, provocada por falhas no sistema do Ministério da Saúde.

 

Mais Recentes da CNN