Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Marcelinho Carioca: polícia prende quinto acusado de sequestrar ex-jogador

    Outros dois réus pelo crime seguem foragidos

    Ex-jogador Marcelinho Carioca
    Ex-jogador Marcelinho Carioca Reprodução/Domingol

    Carolina Figueiredoda CNN

    Em São Paulo

    A Polícia Civil prendeu, na última sexta-feira (2), o quinto acusado de participação no sequestro do ex-jogador Marcelinho Carioca e de uma amiga dele, em dezembro de 2023. Outras duas pessoas acusadas pelo crime ainda seguem foragidas.

    Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Caio Pereira da Silva foi detido após se apresentar na Divisão Antissequestro (DAS), na capital paulista, acompanhado de seu advogado. A pasta afirma que investigações prosseguem para concluir o caso e prender os acusados que ainda não foram encontrados.

    Com essa atualização, cinco dos réus pelo crime já estão presos. Além de Caio, Jones Santos Ferreira, Wadson Fernandes Santos, Eliane de Amorim e Thauannata dos Santos haviam sido presos em flagrante e seguem detidos. Os outros dois acusados, um homem e uma mulher, ainda são procurados pela polícia.

    Marcelinho ficou desaparecido entre os dias 17 e 18 de dezembro após ser ser sequestrado em Itaquaquecetuba, na grande São Paulo, depois de sair do show do cantor Thiaguinho na Neo Química Arena, em Itaquera, zona leste da capital. Ele foi sequestrado e mantido em cativeiro junto com uma amiga, Taís Alcântara de Oliveira.

    Segundo a polícia, pelo menos R$ 40 mil foram pagos pelo resgate de Marcelinho, e uma parte dessa quantia chegou a ser recuperada.

    Durante o sequestro, o ex-jogador foi forçado a gravar um vídeo onde dizia que Thais era casada e eles tinham um caso, numa tentativa dos criminosos de despistar a polícia.