Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Operação apreende celulares e drogas em presídios da Bahia; veja fotos

    Ação da Seap e da SSP tem o intuito de desarticular o crime organizado no estado

    Duda Cambraiada CNN

    A Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) e a Secretaria de Segurança Pública (SSP) apreenderam 69 celulares, um quilo de maconha e 58 “trouxas” de cocaína nas unidades prisionais da Bahia, durante Operação Força Máxima, realizada ao longo desta quarta-feira (22).

    As ações deste tipo acontecem desde o início do ano e fazem parte de uma rotina preventiva, com o intuito de desarticular o crime organizado e erradicar as atividades ilícitas no sistema penitenciários baiano.

    De acordo com a Seap, foram apreendidos:

    • 69 aparelhos celulares
    • 1065 g e 180 trouxas de substância análoga à maconha
    • 58 trouxas de substância análoga à cocaína
    • 9 facas
    • 8 baterias de celular
    • 47 carregadores de celular
    • 19 fones de ouvido
    • 15 cabos USB
    • 19 chips de celular

    As revistas foram feitas em dezoito unidades prisionais selecionadas para a operação, como a Cadeia Pública de Salvador, a Penitenciária Lemos de Brito e o Presídio Regional Ariston Cardoso.

    A operação acontece depois de uma onda de violência no estado, envolvendo facções criminosas. Enquanto a operação acontecia, dois homens foram mortos durante um confronto com a Polícia Militar no bairro de Vilas do Atlântico, em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador. Um deles é apontado como “braço direito” do líder de uma organização criminosa com atuação no bairro do Calabar.

    De acordo com um levantamento feito pela CNN, subiu para 22 o número de pessoas mortas em confrontos com a Polícia Militar (PM) baiana no mês de novembro. Segundo a PM, todos os mortos eram suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas na Bahia.