PM cerca bandidos em região de mata após ataques em Guarapuava, diz comandante

À CNN, Comandante-chefe da PM do Paraná afirma que entre 30 e 40 criminosos participaram dos ataques

Felipe Romeroda CNNIsabella Galvãoda CNN*

em São Paulo

Ouvir notícia

Criminosos estão escondidos em região de mata nos entornos da cidade de Guarapuava, no interior do Paraná, após roubo a transportadora de valores ser frustrado. A informação foi dada pelo comandante-geral da Polícia Militar do estado, Coronel Hudson Leôncio Teixeira.

“Eram entre 30 e 40 indivíduos fortemente armados e usando 10 carros blindados”, relatou o coronel à CNN. Segundo ele, cinco dos veículos foram abandonados após confrontos com as forças de segurança. Os ocupantes se esconderam no mato.

“Nossa equipe encontrou rastros de sangue no mato, então cercamos a área durante a madrugada toda. Quando amanheceu e clareou, colocamos equipes especiais para localizar esses indivíduos, inclusive com cães de busca”, descreveu.

Ainda segundo o coronel, parte do bando fugiu e as forças policiais estão em sua busca em diversas rodovias da região, mas os detalhes não podem ser compartilhados agora: “como a ocorrência está em andamento, qualquer informação pode prejudicar essa perseguição.”

Segundo Teixeira, os criminosos foram cercados ainda quando estavam dentro da transportadora de valores. “Nós fizemos o cerco, eles ficaram bastante tempo tentando explodir os cofres com bastante explosivos, quando perceberam nossas equipes passaram a efetuar disparos e fugiram.”

Além das forças estaduais de segurança, o ministério da Justiça enviou reforços da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal para a região.

Dois policiais militares foram feridos nos confrontos, segundo o comandante-chefe da PM, um deles em estado grave. Ainda não há informações sobre civis feridos no ataque.

*sob supervisão de Layane Serrano, da CNN, em São Paulo

Mais Recentes da CNN