Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia prende irmão do “sniper do tráfico”, acusado de matar PM da Rota no litoral paulista

    Ele é suspeito de envolvimento no crime que desencadeou a Operação Escudo da Polícia Militar, que já deixou ao menos 14 mortos

    Da CNN

    A Polícia Civil prendeu, na madrugada desta quarta-feira (2), o último suspeito de envolvimento na morte do policial militar da Rota Patrick Bastos Reis, em Santos, no litoral paulista. Ele é irmão de Erickson David da Silva, apontado como o responsável pelo disparo que matou o agente.

    Segundo as autoridades, além de Erickson, que se entregou no domingo (30), outro homem foi preso na sexta-feira (28), suspeito de participar do crime.

    O caso

    Patrick Bastos Reis morreu depois de ser atingido por um tiro durante patrulhamento na Vila Zilda, em Guarujá. Segundo as investigações, o disparo foi feito a uma distância entre 50 e 70 metros.

    A morte desencadeou uma grande operação policial no litoral nos últimos dias. Participaram da ação 600 agentes de equipes especializadas das polícias Civil e Militar.

    Até a manhã desta quarta (2), 14 mortes já haviam sido confirmadas em decorrência da operação. O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), disse que irá investigar eventuais excessos cometidos pela Polícia Militar durante operação realizada no litoral do estado.

    Anteriormente, ele havia afirmado que não houve excessos na ação policial.

    Veja mais: Análise: Operação policial em Guarujá deixa 14 mortos

    (Publicado por Marina Toledo, com informações de Vinícius Bernardes)