Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Prefeitura de Belford Roxo exonera secretário preso pela PF por fraude na merenda

    Segundo as investigações, Denis de Souza Macedo liderou esquema que desviou mais de R$ 6 milhões do Programa Nacional de Alimentação Escolar

    Cleber RodriguesElijonas Maiada CNN

    A Prefeitura de Belford Roxo publicou nesta quarta-feira (10), no Diário Oficial, a exoneração do secretário municipal de Educação, Denis de Souza Macedo, suspeito de fraude na merenda escolar do município. No mesmo documento, o executivo também anunciou o nome de Bruno Vinícius da Silva de Oliveira como novo secretário de Educação.

    A decisão vem após a prisão de Macedo pela Polícia Federal (PF) nesta terça-feira (9), como parte de uma operação que investiga um esquema de corrupção no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

    A operação resultou na apreensão de mais de R$ 2 milhões em espécie nas residências de alvos de busca e apreensão. Foram encontrados 300 mil euros (aproximadamente R$ 1,8 milhão) na casa de um empresário em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, e R$ 360 mil na residência de um servidor da Secretaria Municipal de Educação (Semed/BR) em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

     

    Segundo a PF, o esquema fraudulento envolvia um desvio de aproximadamente R$ 6 milhões, com Denis Macedo apontado como o principal líder.

    As fraudes eram realizadas com a participação de empresas fornecedoras de merenda escolar e seus dirigentes, que recebiam pagamentos superfaturados baseados em documentação falsa. Esses pagamentos eram destinados a empresas contratadas para fornecer alimentos às escolas.

    A investigação revelou que, além do desvio de recursos públicos, houve o pagamento de vantagens indevidas por parte das empresas fornecedoras de merenda a agentes públicos do município. Esses agentes utilizaram mecanismos de lavagem de dinheiro para ocultar a origem ilícita dos valores recebidos.

    A operação da Polícia Federal cumpriu um total de 21 mandados de busca e apreensão, destacando a magnitude do esquema de corrupção que impactou negativamente o sistema de fornecimento de merenda escolar na região.

    Em nota, a Prefeitura de Belford Roxo declarou “que não teve acesso aos autos do processo, mas confia na atuação da Justiça”.

    “A administração municipal preza pela lisura e transparência. A Prefeitura espera que os fatos sejam esclarecidos o mais rápido possível” diz o comunicado.