Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rio: Carnaval dividido em duas datas deve compensar perdas do turismo

    Setor investe em eventos privados para atrair turistas nacionais e recuperar perdas no faturamento. Rio de Janeiro é o destino mais procurado, segundo agências de viagens online

    Isabelle ResendeLucas Janoneda CNN

    Rio de Janeiro

    Ouvir notícia

    Apesar do adiamento dos desfiles das escolas de samba e o do cancelamento dos blocos de rua, a cidade do Rio de Janeiro aparece em primeiro lugar entre os destinos mais procurados para o feriado de Carnaval, segundo agências de viagem online ouvidas pela CNN.

    A expectativa do Rio Convention e Visitors Bureau (Rio CVB) é de que a ocupação média da rede hoteleira fique em 85% entre os dias 26 de fevereiro e 1º de março.

    Mesmo com a previsão de o faturamento ser 20% menor que o de 2020, quando a festa movimentou R$ 4 bilhões na economia carioca, o setor está otimista.

    Segundo o levantamento, hotéis, bares e restaurantes estão investindo em eventos privados, seguindo os protocolos sanitários vigentes, para atrair o público, majoritariamente de turistas domésticos.

    “Diante da situação sanitária na cidade, a decisão da Prefeitura de adiar os desfiles foi acertada. E vamos ter uma boa ocupação e cidade cheia nas duas datas, o que é fundamental para a recuperação do Rio”, pontua o presidente-executivo do Rio CVB, Carlos Werneck.

    O fluxo de estrangeiros tem aumentado nos últimos meses e deve representar de 10% a 15% dos turistas no Carnaval, segundo a entidade. Antes da pandemia, eles respondiam por 30% do total no período.

    “O feriado vai atrair muitos visitantes, mas é um consumo diferente do Carnaval tradicionalmente realizado no Rio. Será um movimento mais próximo de um feriado prolongado. Já é ótimo para a cidade, que precisa recuperar as receitas com o turismo, fortemente impactadas pela pandemia”, afirma Roberta Werner, diretora-executiva do Rio CVB.

    Com a transferência dos desfiles das escolas de samba para abril, a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) decidiu promover um evento na Cidade do Samba, nos dias 26 e 27 de fevereiro, com a apresentação das 12 agremiações do Grupo Especial.

    Segundo o presidente da Liesa, Jorge Perligeiro, mais da metade dos ingressos já foram vendidos pela internet. Ele diz que são esperadas cinco mil pessoas em cada noite. E, para entrar na Cidade do Samba, o público terá que apresentar o comprovante de vacinação contra a Covid-19.

    Dados da plataforma P2D Travel, startup voltada para a venda de viagens online, mostram que o Rio de Janeiro aparece ao lado de Salvador como os dois destinos mais procurados para o Carnaval.

    De acordo com as agências de viagens online Decolar e Kayak, o Rio lidera o ranking dos destinos nacionais mais buscados para o período. O preço médio da passagem aérea é de R$ 969.

    Mais Recentes da CNN