Rio retoma aplicação da segunda dose da Coronavac nesta segunda-feira

Prefeitura aguarda a chegada de mais doses da Pfizer para dar continuidade a vacinação dos adolescentes

Isabelle Resendeda CNN*

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

A capital fluminense retoma nesta segunda-feira (20) a aplicação da segunda dose da vacina Coronavac, após a interrupção de dois dias provocada pela falta de doses. Segundo o secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, o novo lote do imunizante, retirado no último sábado (18), deve garantir a aplicação da segunda dose por até duas semanas.

Em relação à dose de reforço, hoje é a vez dos idosos a partir dos 89 anos e pessoas imunossuprimidas, com o sistema imunológico debilitado, a procurarem as unidades de saúde.

De acordo com o calendário municipal esta semana termina com todos os idosos com 84 anos ou mais com a terceira dose contra a Covid-19.

Já a partir desta quarta-feira (22), pessoas imunossuprimidas acima dos 60 anos também poderão receber a dose de reforço. O grupo inclui pacientes em tratamento de câncer, com transplantes recentes, e em hemodiálise.

O intervalo mínimo entre a aplicação da segunda dose e a dose de reforço é de três meses para idosos e 28 dias para pessoas com alto grau de imunossupressão.

Apesar de o Rio se posicionar favorável a vacinação dos adolescentes, por enquanto, a imunização está suspensa.

No momento, a Secretaria Municipal de Saúde informa que não tem estoque de Pfizer para dar continuidade à vacinação dos grupos etários de 13 e 12 anos e aguarda o envio de mais doses pelo Ministério da Saúde.

Na próxima quarta-feira (22), a continuidade do calendário de vacinação para os adolescentes será discutida na reunião do Comitê Especial de Enfrentamento à Covid-19.

Até o momento, 99% da população adulta carioca recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19, são 5.361.133 pessoas com a D1 e 138.651 com a dose única, da Janssen.

Já em relação ao esquema vacinal completo, a porcentagem sofre uma queda considerável, de 61,7% da população carioca acima dos 18 anos imunizada contra a doença, incluindo a dose única.

A última atualização mostra que 3.119.723 pessoas receberam a segunda dose do imunizante.

*Com informações de Mylena Guedes

Mais Recentes da CNN