São Paulo deve registrar chuvas fortes na tarde desta segunda

Combinação de calor e umidade típicos do verão favorecem formação de temporais no início de janeiro na capital paulista

Chuva na Avenida Paulista, em São Paulo.
Chuva na Avenida Paulista, em São Paulo. Mister Shadow/ASI/Estadão Conteúdo (30.dez.2021)

Léo LopesLudmila Candalda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A cidade de São Paulo deve registrar fortes chuvas entre o início e o fim da tarde desta segunda-feira (03).

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo, além dos temporais, a capital paulista pode ver trovoadas com raios e eventuais rajadas de ventos.

“Essa condição pode se estender até as primeiras horas da noite, diminuindo gradativamente. Alerta-se para o potencial elevado para a formação de alagamentos intransitáveis, transbordamentos de rios e córregos e deslizamentos de terra em áreas de risco”, informou o CGE em nota.

A expectativa é de que as temperaturas, que registraram média de 20ºC pela manhã, cheguem ao nível de 29ºC ao longo do dia.

A combinação de calor e umidade típicos do verão favorecem que essa situação se repita durante o início da janeiro.

A previsão é de que as temperaturas e os temporais vespertinos se repitam até pelo menos quarta-feira (05).

Previsão para o resto do Brasil

De acordo com o Climatempo, esta semana será marcada por áreas de instabilidade na região Sul do Brasil.

Elas serão formadas por conta de uma mudança na circulação dos ventos, que contribui para formação de nuvens carregadas.

Nesta segunda (03), fortes chuvas devem continuar a atingir os estados do Ceará, Maranhão, Piauí, Pará, Tocantins, oeste da Bahia, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

“A chuva também se espalha, já no período da manhã, no interior da Região Sul. A tendência é de tempo firme apenas em RR, em parte do Vale do Jequitinhonha, Chapada Diamantina e no litoral do RS”, informou o Climatempo em nota.

“Nas demais áreas do país, a segunda-feira será típica de verão, com sol, calor e pancadas isoladas de chuva a partir da tarde”, conclui.

Os meteorologistas alertam ainda que os maiores volumes de chuva na primeira semana de 2022 serão registrados nos estados do Norte, Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste.

“Os acumulados aumentam significativamente a partir de terça-feira na metade sul de MG e norte de SP. Também há aumento de nebulosidade e chuva no oeste do Sul, com trovoadas e risco de granizo”, afirma o Climatempo.

Mais Recentes da CNN