Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Vídeo: motorista atira em veículo durante briga de trânsito em SP

    SSP diz que investiga o caso e que polícia pediu prisão de autor dos disparos

    Felipe Souzada CNN* São Paulo

    Um motorista armado atirou em outro carro, após uma discussão de trânsito na Rodovia Castello Branco, em Boituva, no interior de São Paulo, nesta sexta-feira (14). Um vídeo da ocorrência viralizou nas redes sociais.

    A justiça aceitou o pedido de prisão temporária de Adriano Domingues da Silva, mas ele está foragido.

    Nas imagens é possível identificar um motorista vestido de vermelho saindo armado, junto da esposa, de uma caminhonete modelo Hilux na cor branca. O homem vai em direção ao carro da frente proferindo xingamentos e perguntando se a vítima “estava feliz”. Veja o vídeo:

    Em um segundo vídeo, já com a caminhonete na frente, o homem aparece ao lado do banco do passageiro, enquanto a mulher fala com a Polícia Militar pelo telefone, e pede para abaixar o vidro do veículo.

    Quando não aceitaram abaixar o vidro, o homem começa a andar até o veículo e faz três disparos contra o carro: dois no pneu e um contra o vidro do carro. Uma das vítimas pergunta se o motorista do outro veículo era policial e, segundo a sua mulher, ela seria uma agente de segurança e a arma também seria dela.

    A CNN entrou em contato com o dono do veículo que aparece nas imagens e aguarda retorno.

    Em nota, a SSP diz que investiga o caso.

    Nota — SSP

    A Polícia Civil investiga uma tentativa de homicídio contra um casal na sexta-feira (14), na rodovia Castelo Branco, em Boituva.

    Segundo as informações da Polícia Militar, um casal estava em um veículo quando sofreu uma ultrapassagem de outro carro, momento em que houve uma colisão.

    O motorista do segundo carro estava armado e disparou algumas vezes, atingindo o para-brisa e o farol dianteiro.

    O caso foi registrado na delegacia de Boituva. As investigações seguem na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itapetininga. Após analisar as imagens, a polícia identificou o autor e pediu a sua prisão temporária.

    Tópicos

    Tópicos