Assessoria jurídica de Bolsonaro nega relação do presidente com Frederick Wassef


Guilherme Venaglia, da CNN em São Paulo
18 de junho de 2020 às 18:16 | Atualizado 18 de junho de 2020 às 19:39
FABRÍCIO QUEIROZ

Foto de arquivo de 19 de junho de 2019 de Frederick Wassef, advogado de Flávio Bolsonaro, durante entrevista em São Paulo.

Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúd

A assessoria jurídica do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) negou a relação do presidente com o advogado Frederick Wassef. Nesta quinta-feira (18), o policial militar reformado Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), foi preso em um imóvel que pertence a Wassef em Atibaia (SP).

Na nota, assinada pela advogada Karina Kufa, o escritório afirma que é o único a representar o presidente Jair Bolsonaro em ações na Justiça, tendo uma sociedade com o escritório Moraes Pitombo Advogados em processos criminais.

"O escritório Kufa Advocacia esclarece que todas as ações do senhor Jair Messias Bolsonaro, sejam elas cíveis, criminais ou eleitorais, em curso no poder judiciário, exceto aquelas de competência da Advocacia Geral da União - AGU, estão sob a responsabilidade deste escritório, cuja única sócia é sua fundadora, Karina Kufa", afirma.

Assista e leia também:

Após prisão de Queiroz, Planalto busca desvincular Bolsonaro de Wasseff

Abraham Weintraub, ministro da Educação, deixa o governo Bolsonaro

'A verdade prevalecerá', diz Flávio Bolsonaro sobre prisão de Queiroz

O texto cita passagem de um inquérito em que um delegado da Polícia Federal registra que Frederick Wassef se apresenta como advogado do presidente, mas que não estaria regularmente registrado desta forma. "O advogado Frederick Wassef não presta qualquer serviço advocatício em nenhuma ação em que seja parte o senhor Jair Messias Bolsonaro e não faz parte do referido escritório, não constando seu nome em qualquer processo".

Frederick Wassef é advogado constituído em nome do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente da República. Além disso, é figura constante no Palácio do Planalto, tendo sido nesta semana um dos convidados da posse do novo ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Em entrevista à CNN em 27 de abril, Wassef afirmou ser advogado do presidente Jair Bolsonaro:

O deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) afirmou em entrevista à CNN que a oposição pedirá oficialmente a informação de quantas vezes o advogado registrou presença para audiências com o presidente da República.