'Kassio Marques teve mais votos do que o governo esperava', diz Alexandre Garcia

Alexandre Garcia e Sidney Rezende comentam temas da política no quadro Liberdade Opinião, da CNN

Da CNN
22 de outubro de 2020 às 10:44 | Atualizado 22 de outubro de 2020 às 10:45


 

No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (22), Alexandre Garcia analisou a aprovação de Kassio Marques para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Por 57 votos a 10 no Plenário do Senado, Garcia avalia que o placar da sabatina "surpreendeu até o governo". Veja também a participação de Sidney Rezende.

"Ele [Kassio Marques] ficou sob este interrogatório durante 10 horas e ao final, foi 22 a 5. Então, foi uma vitória dele, mas chegou ao Plenário e surpreendeu, como me disse, ontem à noite, o líder do governo. [O placar] surpreendeu até o governo, teve mais votos do que o governo esperava, uma grande vitória", afirmou. 

Leia também:
Na semana passada, Bolsonaro disse a Pazuello que não queria a "vacina da China"
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello testa positivo para Covid-19
Bolsonaro sobre Coronavac: "Só com certificação da Anvisa"

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN

Garcia disse ainda que a indicação de Kassio para a vaga ao Supremo foi uma escolha estratégica do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Que colocou um ministro "terrivelmente neutro, isento e equilibrado". 

"Agora, as pessoas tentam explicar esta vitória, do indicado pelo presidente da República. Ele [o presidente] deve ter aprendido estratégia na academia militar e depois na Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, pois ele colocou o bode na sala e ficou esperando a tática que iria adotar a formação inimiga para receber o [ministro] 'terrivelmente evangélico'. Aí ele recuou e colocou outro, terrivelmente neutro, isento, equilibrado, médio e não adota nenhuma das, vamos chamar de facções do Supremo", avaliou o jornalista.

Na edição, o jornalista também comentou sobre o embate entre o presidente e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) sobre a vacina Coronavac, desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Butantan. 

Garcia também comentou sobre a decisão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) de adiar votação sobre a autonomia do Banco Central. Garcia opinou também sobre a medida do governo de zerar imposto de importação da soja e milho.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

(Edição: André Rigue)