RealTime Big Data: Paes tem 71% dos votos válidos no Rio e Crivella, 29%

Foram entrevistadas 1.050 pessoas, por telefone, com entrevistadores humanos. A margem de erro é de 3 pontos, para mais ou para menos

Luiz Fernando Toledo e Vital Neto, da CNN, em São Paulo
17 de novembro de 2020 às 17:03 | Atualizado 17 de novembro de 2020 às 17:41

 


Pesquisa do instituto RealTime Big Data/CNN Brasil mostra que o candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro Eduardo Paes (DEM) venceria Marcelo Crivella (Republicanos) no segundo turno se as eleições fossem nesta terça-feira (17).

 

Votos válidos para a Prefeitura do Rio

Eduardo Paes (DEM): 71%

Marcelo Crivella (Republicanos): 29%

 

Paes aparece com 71% das intenções de votos válidas, ante 29% de Crivella. Neste caso, desconsideram-se as respostas que apontaram votos nulos ou brancos.

A pesquisa tem o número de registro RJ00673/2020 e a coleta foi feita nos dias 16 e 17 de novembro. Foram entrevistadas 1.050 pessoas, por telefone, com entrevistadores humanos. A margem de erro é de 3 pontos, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.

 

O levantamento identificou ainda que Marcelo Crivella (Republicanos) tem mais do que o dobro da rejeição de Paes (DEM) - 46%, ante 19% do ex-prefeito do Rio de Janeiro. Há ainda 22% que rejeitam ambos e outros 6% que não rejeitam nenhum. Outros 7% não souberam responder. 

Leia também:

RealTime Big Data: Covas tem 60% dos votos válidos em São Paulo e Boulos, 40%

Votação no Rio tem maior abstenção dos últimos 20 anos

Veja quem são os candidatos a vereador que venceram no Rio


Quem os candidatos derrotados vão apoiar no 2º turno no Rio de Janeiro

Primeiro turno



Com 100% das urnas totalizadas na capital fluminense, Paes teve 37,01% dos votos, contra 21,9% de Crivella no primeiro turno, realizado no último domingo (15).

Ambos receberam mais votos e, por isso, passaram para o segundo turno, que ocorre no próximo dia 29 de novembro.

Delegada Martha Rocha (PDT) ficou em terceiro, com 11,3% dos votos, seguida por Benedita da Silva (PT) com 11,27%; Luiz Lima (PSL), 6,85%; Renata Souza (PSOL), 3,25%; Paulo Messina (MDB), 2,93%; Bandeira de Mello (Rede), 2,48%; Fred Luz (Novo), 1,76%; Glória Heloiza (PSC), 0,52%; Clarissa Garotinho (Pros), 0,46%; Suêd Haidar (PMB), 0,15%; Cyro Garcia (PSTU), 0,11%; Henrique Simonard (PCO), 0,02%.

Houve ainda 6,54% de votos brancos e 12,69% de nulos.