Após conversa com Doria, Leite diz acreditar em “conciliação” de agendas

Reunião com vencedor das prévias do PSDB foi “boa e respeitosa”, segundo ex-governador

Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Da CNN

Ouvir notícia

O ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB) comentou nesta quarta-feira (20) sobre a reunião que teve com João Doria, vencedor das prévias do partido na disputa pela Presidência da República.

A declaração ocorreu após a visita de Leite à Assembleia Legislativa do Ceará, ao lado do senador Tasso Jereissati (PSDB). O tucano falou que a recente conversa com Doria foi “boa e respeitosa” – os dois se encontraram na terça-feira (19), em São Paulo, para buscar uma aproximação em meio às disputas internas no partido sobre o nome que disputará a Presidência.

“Foi boa a conversa com o Doria. Respeitosa. Me deixa convencido que vamos ter um partido conciliado para enfrentar esse processo eleitoral”, afirmou Leite.

“Essa conversa com o governador João Doria não muda a minha agenda, minha disposição em construir a convergência. Também não estou me colocando como candidato a nada nessas eleições. Estou colocando a minha experiência, a minha trajetória em favor do Brasil, ajudando a mobilizar naquilo que eu acredito, com respeito, diálogo e resolução de problemas. O governador João Doria tem esse mesmo espírito, e nós vamos certamente ter conciliação entre as nossas agendas e as nossas visões de Brasil”, acrescentou o ex-governador gaúcho.

Leite ainda disse ‘não ter dúvidas’ sobre as chances de uma candidatura da terceira via em oposição aos dois líderes nas pesquisas eleitorais, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Que a gente tenha a viabilização de uma alternativa para essas candidaturas tão divisivas que estão aí. ‘Nós contra eles’, ricos e pobres, regiões do país umas contra as outras, homens e mulheres… essa divisão não representa o Brasil de fato, que é o brasileiro tolerante, conciliador. Com certeza que a população brasileira vai encontrar convergência em torno de uma candidatura alternativa”, afirmou.

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

*Publicado por Marcelo Tuvuca. Com informações de Bruna Festa, da CNN

Mais Recentes da CNN