Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Bolsonaro não é de direita, é um populista”, diz general Santos Cruz

    Ex-ministro-chefe da Secretaria da Presidência afirmou à CNN que foi inaceitável ex-presidente não se manifestar por dois meses após eleições

    CNN

    O general Santos Cruz afirmou que não considera o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) “de direita”. “Ele é um populista. Inclusive, prejudicou muito a direita”, disse à CNN.

    O ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo de Bolsonaro também considerou “inaceitável” o fato do presidente não se manifestar por dois meses após a derrota nas eleições.

    “Esse show que se viu não tem nada de direita. O Bolsonaro, como populista, investiu no extremismo. A direita é composta por gente equilibrada, gente que sabe conviver com a diversidade de ideias. A direita não é esse show que se assistiu”, escreveu Santos Cruz.

    “O problema não é de erros e acertos durante o governo. os governos acertam e erram. O que assistimos foi um problema comportamental, de tentar substituir a falta de qualidade por um show de mídia, auxiliado por uma parcela extremista”, complementou.

    O general disse que acredita que uma “oposição construtiva e fiscalizadora” é fundamental na democracia, “mas para isso tem que haver líderes com outro nível de responsabilidade”.

    “Por isso, eu penso que o ex-presidente Bolsonaro não preenche as condições para liderar a oposição. Isso precisa ser feito com seriedade e trabalho e não com show de mídia”, completou.

    Santos Cruz ainda criticou a viagem de Bolsonaro para Orlando, nos Estados Unidos, já nos últimos dias de seu mandato utilizando recursos públicos: “Descredencia o ex-presidente para liderar uma oposição de qualidade.”

    Publicado por Léo Lopes, com informações de Larissa Rodrigues, da CNN