Câmara vota aprovação rápida de vacinas na próxima semana

O presidente da Anvisa disse que caso o projeto passe no Congresso, a Anvisa terá função apenas “cartorial” para aprovar vacinas

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 A divulgação da pauta do Congresso para a próxima semana indica novos embates entre a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e parlamentares. Foi pautada para ser votada na próxima semana o polêmico projeto que pode determinar que a Anvisa a conceda a aprovação de vacinas em até cinco dias.

O texto diz que a Anvisa concederá, nesse prazo, autorização para uso emergencial de vacinas avalizadas por outros nove países. A medida foi criticada pelo presidente da agência, Antônio Barra Torres, que já conversou com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre o tema e não descarta levar a questão ao Supremo Tribunal Federal.

Torres diz que, caso o projeto passe no Congresso, a Anvisa terá função apenas “cartorial” para aprovar vacinas, perdendo sua capacidade de analisar e vetar imunizantes caso julgue necessário.

Já o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, foi ao Twitter nesta sexta-feira (12) para se dizer a favor do projeto.

“Não se trata de enquadrar a Anvisa. A ciência levava dez anos para fazer uma vacina. Sob risco do mundo parar, ela ficou pronta em onze meses. Para o Brasil não parar, a Anvisa precisa buscar melhores práticas, fazer intercâmbios com outras agências pelo mundo e acelerar. Tudo pelas vacinas,” disse Lira via rede social.

Frasco da Coronavac, vacina contra Covid-19
Frasco da Coronavac, vacina contra Covid-19
Foto: Divulgação/GOverno do Estado de São Paulo (17.jan.2021)

 

(Publicado por Sinara Peixoto)

Mais Recentes da CNN