Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Com 18 reeleitos, governadores tomam posse neste domingo (1°)

    Maioria das cerimônias ocorrerá nas Assembleias Legislativas dos respectivos estados; saiba mais

    CF - Constituição Federal
    CF - Constituição Federal Beto Barata/PR

    Da CNN

    Neste domingo (1°), os governadores e governadoras eleitos tomam posse para os próximos quatro anos. Foram 18 políticos reeleitos e nove trocas de mandatários.

    Doze chefes dos Executivos estaduais foram eleitos ou reeleitos em segundo turno, e dividiram apoio entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL).

    A maioria dos políticos tomará posse nas Assembleias Legislativas dos respectivos estados.

    As exceções são Ronaldo Caiado (União Brasil), de Goiás, que fará de forma virtual devido à recuperação de uma cirurgia no coração; João Azevêdo (PSB), da Paraíba, no Teatro Paulo Pontes, em João Pessoa; e Wilson Lima (União Brasil), do Amazonas, no Teatro Amazonas.

    Saiba quem são os governadores e governadoras

    Região Norte

    Acre – Gladson Cameli (PP)

    O governador do Acre, Gladson Cameli (PP), foi reeleito no primeiro turno. Ele superou seu principal adversário nas eleições 2022, o ex-governador Jorge Viana (PT), que tinha o apoio de Luiz Inácio Lula da Silva.

    Gladson de Lima Cameli, de 44 anos, nasceu em Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre. É engenheiro civil e empresário. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 17h.

    Amazonas – Wilson Lima (União Brasil)

    No AmazonasWilson Lima (União Brasil) foi reeleito no segundo turno. Ele superou nas urnas o senador e ex-governador Eduardo Braga (MDB), que tinha o apoio de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

    A carreira política de Wilson Lima teve início em 2018, quando chegou pela primeira vez ao governo estadual. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 17h.

    Roraima – Antonio Denarium (PP)

    O governador de Roraima, Antonio Denarium (PP), foi reeleito no primeiro turno.

    Em 2010, entrou para a política, ao se candidatar como primeiro suplente na chapa de Marluce Pinto (PSDB), candidata ao Senado e primeira-dama do ex-governador de Roraima Ottomar Pinto. A chapa não foi eleita. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 17h.

    Rondônia – Marcos Rocha (União Brasil)

    O governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha (União Brasil), foi reeleito no segundo turno. Ele derrotou Marcos Rogério (PL).

    Marcos José Rocha dos Santos, de 54 anos, nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em análise de sistema de dados e administração de negócios, com pós-graduação em educação e técnicas de ensino. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 15h.

    Amapá – Clécio Luís (Solidariedade)

    O ex-prefeito de Macapá Clécio Luís (Solidariedade) foi eleito governador do Amapá no primeiro turno. Seu principal adversário era o empresário Jaime Nunes (PSD), então vice-governador do estado.

    Ele foi vereador por dois mandatos consecutivos, em 2004 e 2008, e venceu a disputa pela Prefeitura de Macapá pela primeira vez em 2012, tendo sido reeleito em 2016. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 00h10.

    Pará – Helder Barbalho (MDB)

    O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), foi reeleito no primeiro turno.

    Helder Zahluth Barbalho, de 43 anos, nasceu em Belém, filho do ex-governador Jader Barbalho e da deputada federal Elcione Barbalho (MDB). Começou a vida política em 2000, como vereador de Ananindeua. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 09h.

    Tocantins – Wanderlei Barbosa (Republicanos)

    O governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa (Republicanos), foi reeleito em primeiro turno.

    Ele começou a vida política em sua cidade natal, Porto Nacional (TO), onde foi eleito vereador. Em Palmas, para onde se mudou, também exerceu o cargo de vereador de 1996 a 2010. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 08h30.

    Região Nordeste

    Maranhão – Carlos Brandão (PSB)

    O governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), foi reeleito no primeiro turno.

    Médico veterinário, começou a vida pública em 1990 ao se tornar secretário-adjunto do Meio Ambiente. Foi deputado federal por dois mandatos consecutivos, entre 2006 e 2014. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 08h.

    Piauí – Rafael Fonteles (PT)

    Rafael Fonteles (PT), foi eleito governador do Piauí no primeiro turno. Ele sucede as gestões dos também petistas Wellington Dias (2015-2022) e Regina Sousa (2022) no estado do Nordeste.

    Rafael Tajra Fonteles, de 37 anos, é matemático formado pela Universidade Federal do Piauí, iniciou a carreira como professor e tornou-se mestre em economia matemática pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), no Rio de Janeiro. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 07h30.

    Ceará – Elmano de Freitas (PT)

    Elmano de Freitas (PT) foi eleito governador do Ceará no primeiro turno.

    Elmano de Freitas da Costa, de 52 anos, natural de Baturité (CE), é formado em direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC), e filiado ao PT desde 1989. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 07h30.

    Rio Grande do Norte – Fátima Bezerra (PT)

    A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), foi reeleita no primeiro turno.

    Ela trabalhou como professora da rede pública municipal e estadual e presidiu o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (Sinte-RN), antes de começar a carreira na política. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 09h.

    Paraíba – João Azevêdo (PSB)

    O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), foi reeleito no segundo turno. Ele derrotou nas urnas Pedro Cunha Lima (PSDB).

    João Azevêdo Lins Filho, de 69 anos, é engenheiro civil pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e professor aposentado do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB). Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 09h.

    Pernambuco – Raquel Lyra (PSDB)

    A ex-deputada estadual e ex-prefeita de Caruaru Raquel Lyra (PSDB) foi eleita governadora de Pernambuco no segundo turno. Ela derrotou nas urnas Marília Arraes (Solidariedade), que tinha o apoio de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

    Antes de ingressar na política, a governadora eleita se formou em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco e atuou como delegada da Polícia Federal. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 15h.

    Alagoas – Paulo Dantas (MDB)

    O atual governador de Alagoas, Paulo Dantas (MDB), foi reeleito no segundo turno. Dantas tinha o apoio da família Calheiros e de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

    Ele derrotou nas urnas o senador Rodrigo Cunha (União Brasil). Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 14h.

    Sergipe – Fábio Mitidieri (PSD)

    O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) foi eleito governador de Sergipe no segundo turno. Ele derrotou nas urnas Rogério Carvalho (PT), que tinha o apoio de Luiz Inácio Lula da Silva.

    Fábio Cruz Mitidieri, de 45 anos, é formado em administração. Nascido em Aracaju, começou na política em 2008, quando se elegeu vereador aos 27 anos. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 15h.

    Bahia – Jerônimo Rodrigues (PT)

    Jerônimo Rodrigues (PT) foi eleito governador da Bahia no segundo turno. O resultado mantém uma hegemonia do PT no estado que já dura 16 anos, desde a vitória de Jaques Wagner, em 2006.

    Jerônimo derrotou o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil), que tinha o apoio de Jair Bolsonaro (PL), embora o candidato tenha optado por se manter neutro na disputa nacional no segundo turno. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 07h30.

    Região Centro-Oeste

    Mato Grosso – Mauro Mendes (União Brasil)

    O governador do Mato Grosso, Mauro Mendes (União Brasil), foi reeleito no primeiro turno. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 17h.

    Mato Grosso do Sul – Eduardo Riedel (PSDB)

    Eduardo Riedel (PSDB) foi eleito governador do Mato Grosso do Sul no segundo turno. Ele derrotou Capitão Contar (PRTB), que tinha o apoio de Jair Bolsonaro (PL).

    Eduardo Correa Riedel, de 53 anos, é carioca, graduado em biologia, com mestrado em zootecnia, e atua como produtor rural. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 15h.

    Distrito Federal – Ibaneis Rocha (MDB)

    Ibaneis Rocha (MDB) foi reeleito governador do Distrito Federal no primeiro turno.

    Depois de 25 anos atuando exclusivamente como advogado, concorreu pela primeira vez a um cargo público em 2018, quando foi eleito governador. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 10h30.

    Goiás – Ronaldo Caiado (União Brasil)

    O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), foi reeleito no primeiro turno. Ele tem 72 anos e foi senador e deputado federal por cinco mandatos. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 17h.

    Região Sudeste

    Espírito Santo – Renato Casagrande (PSB)

    O governador do Espírito SantoRenato Casagrande (PSB), foi reeleito no segundo turno. Ele superou nas urnas o ex-deputado federal Carlos Manato (PL), que tinha o apoio de Jair Bolsonaro.

    O atual governador cumprirá seu terceiro mandato à frente do Espírito Santo. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 14h30.

    São Paulo – Tarcísio de Freitas (Republicanos)

    Ex-ministro de Bolsonaro Tarcísio de Freitas (Republicanos) foi eleito governador de São Paulo no segundo turno. Ele derrotou o também ex-ministro Fernando Haddad (PT), que tinha o apoio de Luiz Inácio Lula da Silva.

    Tarcísio é o primeiro candidato não filiado ao PSDB eleito para comandar o estado desde 1994. No segundo turno, ele recebeu o apoio do então governador, Rodrigo Garcia (PSDB), e de outros políticos tucanos, como o ex-governador José Serra. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 09h.

    Minas Gerais – Romeu Zema (Novo)

    O governador de Minas Gerais, Romeu Zema Neto (Novo), foi reeleito no primeiro turno.

    Natural de Araxá, no Triângulo, ele nasceu em 1964 e ganhou projeção no cenário estadual como empresário do varejo e foi eleito ao seu primeiro cargo político em 2018, em uma “onda antipolítica”. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 09h.

    Rio de Janeiro – Cláudio Castro (PL)

    O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Bonfim de Castro e Silva (PL), foi reeleito no primeiro turno.

    Ele assumiu o cargo de forma definitiva em 1º de maio de 2021, após a aprovação do impeachment de Wilson Witzel. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 09h.

    Região Sul

    Rio Grande do Sul – Eduardo Leite (PSDB)

    Eduardo Leite (PSDB) foi reeleito governador do Rio Grande do Sul no segundo turno. Ele derrotou o ex-ministro Onyx Lorenzoni (PL), que tinha o apoio de Jair Bolsonaro (PL). Clique aqui e saiba mais.

    Leite chegou a renunciar ao cargo para disputar a eleição, e o governo gaúcho ficou sob comando de Ranolfo Vieira Júnior (PSDB) a partir de abril de 2022.

    Mesmo assim, Eduardo Leite, que reassumirá o governo neste domingo, é considerado pela Justiça Eleitoral como um político reeleito – ou seja, ele não poderá disputar novamente as eleições em 2026.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 10h.

    Santa Catarina – Jorginho Mello (PL)

    Jorginho Mello (PL) foi eleito governador de Santa Catarina no segundo turno. Ele derrotou o ex-deputado federal Décio Lima (PT), que tinha o apoio de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

    Ele foi deputado federal por dois mandatos e deputado estadual quatro vezes antes de ser eleito senador em 2018. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 18h.

    Paraná – Ratinho Jr. (PSD)

    O governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), foi reeleito no primeiro turno.

    Carlos Roberto Massa Júnior, de 41 anos, é filho do apresentador de TV Ratinho. Nascido em Jandaia do Sul, no interior do Paraná, formou-se em marketing e propaganda e trabalhou como comunicador nas emissoras do pai e nos canais afiliados ao SBT. Clique aqui e saiba mais.

    A cerimônia de posse está prevista para ter início às 10h.

    *publicado por Tiago Tortella, da CNN