Cúpula da CPI aponta ‘contradição’ de Pazuello e quer reforçar perguntas

O depoimento do ex-ministro da Saúde foi suspenso e continuará nesta quinta-feira (20)

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 
Em entrevista coletiva após a suspensão do depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello nesta quarta-feira (19), a cúpula da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia ressaltou que o depoente “se contradisse”.

“Quando o Instituto Butantan vier aqui ficará mais do que confirmado que as alegações que ele [Pazuello] trouxe não correpondem aos fatos do conhecimento de todos, das negativas do presidente da República em relação à Coronavac”, disse o vice-presidente da CPI, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Segundo Pazuello, Bolsonaro nunca ordenou diretamente que a vacina fabricada pelo instituto Butantan não fosse comprada, ao ser questionado sobre as postagens feitas pelo presidente dizendo que não negociaria as doses.

Rodrigues ainda afirmou que a decisão de suspender a sessão para a próxima quinta-feira (20) foi correta.

“Terá mais tempo para Eduardo Pazuello refletir sobre a necessidade de contribuir com essa CPI e, por outro lado, para apontarmos as  contradições, que no meu sentir ficaram flagrantes.”

Interrupção do depoimento

 

De acordo com o presidente da comissão, o senador Omar Aziz (PSD-AM), o motivo da suspensão foi o prolongamento da reunião do Senado. A lista de inscrição para perguntas ainda contava com outros 23 senadores.

Sobre a indisposição de Pazuello informada pelo senador Otto Alencar (PSD-BA), Aziz disse que de fato ele foi atendido, mas que poderia prosseguir com o depoimento.

“Ele estava em plenas condições de continuar respondendo”, afirmou.

Checagem de fatos 

 

O relator da comissão, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) ainda informou que vai pedir a Aziz a contratação de uma agência de checagem de fatos, para que a CPI tenha à disposição as contradições apontadas por alguns depoentes. 

“É importante que diante da reiterada prática da mentira possamos contratar evidentemente esses serviços, porque serão levantados online não pela comissão, mas por uma empresa que terá a obrigação de rapidamente fazer isso.”

(Publicado por Marina Motomura)

Mais Recentes da CNN