Defesa diz que Wajngarten ‘não faltou com a verdade’ e segue à disposição da CPI

Relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (MDB-AL), chegou a pedir a prisão de Fabio Wajngarten durante depoimento nesta quarta-feira (12)

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

A defesa do ex-secretário Especial de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten, emitiu uma nota à imprensa afirmando que Wajngarten “não faltou com a verdade” durante depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia, realizado nesta quarta-feira (12). 

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Pandemia, chegou a pedir a prisão de Fabio Wajngarten em meio ao depoimento do ex-secretário como testemunha no inquérito.

O senador acusa Wajngarten de mentir à CPI, onde o depoimento é dado sob a obrigação de dizer a verdade.

“O ex-secretário Especial de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten, respondeu a todos os questionamentos que lhe foram formulados, sem esconder ou omitir informações, nas mais de seis horas de seu depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado.Jamais faltou com a verdade! E nem teve a intenção de fazê-lo”, pontua a nota emitida pela defesa de Wajngarten. 

Fabio Wajngarten afirmou, em entrevista à revista “Veja”, em abril, que o Brasil não comprou antes vacinas da Pfizer por “incompetência” e “ineficiência” do Ministério da Saúde, à época comandado por Eduardo Pazuello.

“Por vezes não lhe foi possível explicar integralmente todos os fatos como em alguns trechos da entrevista da revista Veja. Como depois foi reconhecido pelo Presidente da Comissão que retificou a afirmação que o ex-secretário de Comunicação havia faltado com a verdade, reconhecendo que ele não fizera a acusação dirigida ao ex-ministro. Fabio Wajngarten reafirmou que a incompetência se referia a morosidade da equipe do Ministério da Saúde, mas não ao ministro Eduardo Pazuello”, afirmam os advogados de Wajngarten. 

A defesa do ex-secretário esclarece que Fabio Wajngarten “continua à disposição da Comissão” e “reitera que seu único objetivo foi o de acelerar a compra de vacinas que minimizem a crise sanitária no país”.

Ex-secretário Fabio Wajngarten entrega documento à CPI da Pandemia
Ex-secretário de Comunicação da presidência Fabio Wajngarten entrega documento em depoimento à CPI da Pandemia
Foto: Jefferson Rudy – 12.mai.2021/Agência Senado

Mais Recentes da CNN