Em conversa hoje, incentivei Doria a manter candidatura, diz Arthur Virgílio

Doria anuncia renúncia ao governo de São Paulo e diz que mantém pré-candidatura à Presidência

Juliana AlvesRenata Souzada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN, nesta quinta-feira (31), o ex-senador Arthur Virgílio (PSDB), afirmou que conversou hoje com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o incentivou a manter sua pré-candidatura à presidência da República.

“Conversei e falei pra ele: ‘olha, talvez você tenha sido precipitado, acho que o Rodrigo foi de certa forma precipitado também, porque acho que o Rodrigo tem todas as condições de competitividade, mas, enfim, o seu dever é continuar'”, relatou.

Virgílio, que também concorreu às prévias do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), defendeu que a decisão tomada àquela época precisa ser respeitada, independentemente de pesquisas de intenção de voto.

“A gente precisa se dar ao respeito. Então é deixar o Doria ser candidato, de preferência unindo o partido”, afirmou.

Após rumores de que poderia desistir da disputa presidencial, João Doria anunciou sua renúncia ao governo de São Paulo e disse que mantém a pré-candidatura à Presidência da República.

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Veja os possíveis pré-candidatos à Presidência da República em 2022

Mais Recentes da CNN