Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Equipe técnica do MEC vê PEC do Fundeb ‘bem madura’ para ser votada no Congresso

    Líderes partidários da Câmara decidiram adiar a votação da matéria desta para a próxima semana

    Plenário da Câmara dos Deputados. Brasília, 29 de junho de 2017.
    Plenário da Câmara dos Deputados. Brasília, 29 de junho de 2017. Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

    Igor Gadelhada CNN

    Ouvir notícia

    A equipe técnica do Ministério da Educação dirá ao novo titular da pasta, Milton Ribeiro, que considera a Proposta de Emenda à Constituição do Fundo de Financiamento da Educação Básica, o novo Fundeb, “bem madura” para ser votada no Congresso Nacional.

    Como a CNN noticiou nesta segunda-feira (13), líderes partidários da Câmara decidiram adiar a votação da matéria desta para a próxima semana, para que o novo ministro da Educação, nomeado na última sexta-feira (10), tome conhecimento do texto antes. 

    Leia mais:
    Deputadas Tabata Amaral e Luisa Canziani: Fundeb é o principal desafio do MEC
    À espera do novo ministro da Educação, Câmara adia votação da PEC do Fundeb
    Educação é um direito fundamental, diz Dorinha Rezende sobre Fundeb permanente

    A equipe técnica do MEC vem negociando com a relatora da PEC, deputada Professora Dorinha Seabra (DEM-TO), desde 2019. À CNN, secretários e técnicos da pasta afirmaram que a última versão do texto está “muito alinhada” com o entendimento do ministério. 

    A única exceção, ponderam, seria o porcentual de complementação que caberá a União aportar no Fundeb. Em seu parecer, a relatora propôs dobrar dos atuais 10% para 20%, o que a equipe técnica do MEC considera inviável, em razão da situação fiscal do país. 

    Técnicos e secretários da pasta lembram, no entanto, que os valores da complementação da União ao novo Fundeb estão sendo negociados com o Congresso pelo Ministério da Economia, a quem caberá concluir as tratativas com os parlamentares. 

    Antes mesmo de tomar posse no cargo, Milton Ribeiro começa a dar expediente nesta terça-feira (14) no MEC. Segundo apurou a CNN, o novo ministro deve ter uma série de reuniões com secretários, assessores especiais e técnicos da pasta ao longo do dia.

    Mais Recentes da CNN