“Essa geração não é de jovens alienados”, afirma Neca Setubal sobre eleições

Segundo um levantamento da CNN com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral, o número de adolescentes de 16 e 17 anos que solicitaram o primeiro título de eleitor caiu 82%

Artur NicoceliThamires de BritoDuda Lopesda CNN*

em São Paulo

Ouvir notícia

Em uma década, o número de adolescentes de 16 e 17 anos que solicitaram o primeiro título de eleitor caiu 82%, segundo um levantamento da CNN com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). E, de acordo com Neca Setubal, especialista da CNN, esse movimento é porque os jovens não se sentem representados por partidos políticos. “Essa geração não é de jovens alienados”.

Ela destaca que os jovens estão participando de coletivos, programas sociais e querem participar do cenário político, “o que acontece é que eles não tem confiança no congresso”. Dessa forma, para Neca, cabe a sociedade oferecer diferentes formas de participação.

Existem a formação de grupos que formam lideranças jovens, “pois, não basta ser jovem, é preciso saber as causas fundamentais do mundo contemporâneo hoje”. Para a especialista, é necessário que os partidos políticos abram espaço para os jovens.

Neca diz ainda que existe um esforço de novas lideranças jovens se formarem, especialmente da periferia, mulheres e lideranças que assumem como causa a questão da equidade racial.

“Eu vejo um jovem mais conectado com as questões brasileiras e do mundo hoje”, argumenta a especialista.

TSE incentiva votação de adolescentes

O Tribunal Superior Eleitoral promoveu, entre 14 e 18 de março, a Semana do Jovem Eleitor, que terminou com 96.425 novos títulos para o público entre 15 e 18 anos.

Foram 4.387 mil títulos de jovens de 15 anos, que completam 16 anos até o primeiro turno das eleições; 22.934 mil para adolescentes já com 16 anos; 33.582 mil de pessoas com 17 anos; e 35.522 mil para pessoas com 18 anos. Nessa faixa etária ampliada, o saldo do ano é de 854.685 alistamentos até 21 de março.

Para o TSE, a semana foi considerada um sucesso, incluindo um tuitaço organizado pelo próprio órgão com 88 milhões de menções na rede social e engajamento espontâneo de diversos artistas, como Anitta, Luiza Sonza e o ator norte-americano Mark Ruffalo.

Como solicitar o título eleitoral?

O pedido para tirar o título de eleitor pode ser feito pela internet, no portal do TSE (tse.jus.br). O interessado deve ir na aba “Eleitor e eleições”, clicar em “Autoatendimento do eleitor” e selecionar “Tire seu título”.

“Eu acho que é muito importante a participação dos jovens, de toda sociedade brasileira, nas eleições. Porque estamos elegendo presidente [e outros cargos]”, finaliza Neca.

*Com informações de Pauline Almeida, da CNN, e Beatriz Puente

Mais Recentes da CNN