Flávio Bolsonaro diz que usou dinheiro de venda de imóvel para comprar mansão

Senador informou que o imóvel foi adquirido com recursos obtidos pela venda do seu apartamento na Barra da Tijuca

Fernando Molicada CNN

Ouvir notícia

Em nota divulgada por sua assessoria de imprensa, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) afirmou que, para comprar uma casa em Brasília no valor de R$ 5,9 milhões, utilizou “recursos próprios, em especial oriundos da venda seu imóvel no Rio de Janeiro”.  Ressaltou que “mais da metade do valor da operação ocorreu por intermédio de financiamento imobiliário”.

De acordo com a assessoria, devido à publicação do endereço da casa e da divulgação de imagens aéreas do imóvel, o senador deverá pedir ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI) um reforço de sua segurança – por ser filho do presidente da República, Flávio tem direito à segurança do GSI. 

A assessoria do senador informou que o imóvel vendido foi o apartamento, na Barra da Tijuca,  zona oeste do Rio, comprado por Flávio e sua mulher em 2014.  De acordo com o Ministério Público,  o imóvel foi adquirido por R$ 2,5 milhões. 

Na denúncia apresentada à Justiça, o MP afirmou, com base em movimentações bancárias do casal, que parte do dinheiro utilizado na compra do apartamento teve como origem um suposto esquema de “rachadinhas” na Assembleia Legislativa do Rio. O senador sempre negou a acusação.

Na nota, Flávio ressalta que a compra da casa em Brasília foi registrada em escritura pública. “Qualquer coisa além disso é pura especulação ou desinformação por parte de alguns veículos de comunicação”, concluiu.

Mais Recentes da CNN