G7 aposta que STF derrubará convocação de governadores

Nove governadores prestarão depoimento na CPI da Pandemia

Caio Junqueirada CNN

Ouvir notícia

 

O chamado G7, grupo de oposição dos senadores da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, aposta que o Supremo Tribunal Federal (STF) vai derrubar a ida de governadores ao Senado. 

A estratégia da maioria é aguardar essa possível ação do STF sobre a constitucionalidade dessas convocações. Se isso se concretizar, a oposição prevê a retirada do rótulo de “parcialidade” com relação às testemunhas convocadas. 

Deve-se lembrar que o calendário dos depoimentos dos governadores ainda não foi revelado justamente pela aposta na interferência do Supremo. Nesse intervalo, os depoentes que estão do lado do governo federal, como o ex-secretário executivo do Ministério da Saúde Élcio Franco, devem ser ouvidos.

Além disso, o gesto dos senadores tem caráter político, visto que muitos deles possuem interesse em candidaturas para os estados nas eleições de 2022. É o caso, por exemplo, do próprio presidente da CPI, Omar Aziz (PSD), no Amazonas, que convocou o governador Wilson Lima (PSC).

Presidente, vice e relator da CPI da Pandemia se reúnem antes da sessão
Presidente, vice e relator da CPI da Pandemia
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Mais Recentes da CNN