Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Governo assegura energia nos locais de prova do Enem em São Paulo

    Ministério pode usar geradores nos locais onde distribuição não for reestabelecida

    Ministro Alexandre Silveira
    Ministro Alexandre Silveira Foto: Tauan Alencar

    João Rosada CNN

    Brasília

    O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, garantiu que haverá fornecimento de energia elétrica nos locais de realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em São Paulo.

    Ainda de acordo com o ministério, nos locais em que a rede energia não for restabelecida por meio do sistema de distribuição, as concessionárias deverão alocar geradores para garantir o atendimento do local de prova.

    Na sexta-feira (3) um forte temporal atingiu a Grande São Paulo e deixou ao menos seis mortos, de acordo com a Defesa Civil do estado.

    A chuva também causou danos a rede elétrica da cidade. Há relatos de imóveis no Morumbi, City América e Vila Romana que estão sem luz há mais de 20 horas.

    A declaração de Silveira foi dada a partir do trabalho de coordenação junto às distribuidoras de energia. Neste sábado (4), o ministro também determinou abertura de sala de situação para acompanhamento do fornecimento de energia elétrica no estado.

    Segundo o ministro, a pasta já havia solicitado, em planejamento prévio, que todas as distribuidoras organizassem planos de contingência para a garantia do fornecimento de energia elétrica nas datas de realização do Enem 2023.

    Em nota, o ministério afirmou já ter identificado todas as áreas com falta de energia e está atuando para resolver o problema. Segundo a pasta,cerca de 90% do serviço de distribuição de energia em São Paulo já funciona normalmente.

    O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) — instituição responsável pelo Enem — afirmou que monitora a situação climática em todo o país, inclusive os impactos causados pelas fortes chuvas em São Paulo.

    “As coordenações estaduais, municipais e de locais de prova contratadas pelo Cebraspe, instituição responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023, estão mobilizadas para tomar as providências necessárias a fim de garantir a aplicação neste domingo, 5 de novembro”, complementa a nota do INEP.

    O Enem será aplicado nos próximos dois domingos — dia 5 e 12 de novembro. Nesta edição, conta com mais de 3,9 milhões de candidatos inscritos.

    No primeiro dia de exame serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, além da Redação.

    VÍDEO – Mortes por temporal em SP sobem para seis; bairros na capital seguem sem luz