Lewandowski determina que estados informem disponibilidade de seringas 

A intimação foi motivada pela informação ao STF, pelo Ministério da Saúde, de que sete estados não têm o material necessário para a primeira fase de vacinação

Fernando Molicada CNN

Ouvir notícia
 

 

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, deu, nesta quinta, prazo de cinco dias para que todos os estados e o Distrito Federal informem a quantidade de seringas e agulhas disponíveis em seus estoques.

A intimação foi motivada pela informação, dada ao STF pelo Ministério da Saúde, de que sete estados não têm o material necessário para a execução da primeira fase de vacinação contra a Covid-19 caso nesta etapa sejam utilizados 30 milhões de doses.

Lewandowski determinou que sejam informadas as quantidades de seringas e agulhas disponíveis para o Plano Nacinal de Operacionalizarão da Vacinação Contra a Covid-19, para o Plano Nacional de Imunização (que ocorre de forma regular) e para o atendimento de ações ordinárias de saúde pública.

Os estados que, segundo o Ministério da Saúde, não tem material suficiente são Acre, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco e Santa Catarina.

Mais Recentes da CNN