Pacheco defende manifesto dos mineiros sobre a democracia

Atos de 7 de setembro provocam racha entre setores da economia com entidades se dividindo entre Bolsonaro e STF

Bárbara Baiãoda CNN

Em Brasília

Ouvir notícia

O presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), apoiou a manifestação de empresários de Minas Gerais, ligados ao setor comercial, em defesa da democracia no Brasil.

“Ao ensejo do momento que vivemos, de afirmação e de reafirmação do estado de direito e da democracia no nosso país, enaltecer, ao tempo em que registro, o manifesto dos mineiros ao povo brasileiro assinado por cidadãos, pessoas naturais — e não pessoas jurídicas, nem entidades — mas sobretudo à preservação da democracia no nosso país”, disse Pacheco.

Nesta quarta-feira (1º), a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) criticou a atuação do STF contra sites que apoiam o governo Bolsonaro. Um dos trechos do manifesto diz: “Em nosso entender, impor sanções sem o devido processo legal, contráditório e ampla defesa é uma precipitação, além de inequívoca afronta à constituição federal.”

Mais tarde, em tom que destoa da carta da Fiemg, empresários de Minas ligados ao setor comercial divulgaram uma carta intitulada “Segundo Manifesto dos Mineiros ao Povo Brasileiro”. Nela, afirmam que “a ruptura pelas armas, pela confrontação física nas ruas, é sinônimo de anarquia e que a democracia não pode ser ameaçada”.

Racha

Os atos de 7 de setembro provocaram um racha entre entidades empresariais de mesmo segmento econômico.

No agronegócio, algumas figuras de destaque estão sendo investigadas pela Polícia Federal (PF), com autorização do Supremo Tribunal Federal (STF), pela suspeita de apoiarem até financeiramente atos considerados antidemocráticos.

Outra instituição ligada ao agronegócio — a Abag — divulgou, na segunda-feira (30), um manifesto crítico, defendendo o estado democrático de direito em um momento de crise política.

No setor industrial, o mesmo quadro. No começo da semana, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) preparou um texto em defesa da harmonia entre os Poderes da República. De acordo com a Fiesp, o documento que conta com mais de duzentas adesões, vai ser publicado na semana que vem.

Mais Recentes da CNN