Pacheco diz a aliados que receio de invasão motivou fechamento do Congresso nesta semana

Presidente do Senado também recebeu informação de que um pedido de impeachment contra ministros do Supremo seria protocolado hoje

Presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG)
Presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) Marcos Oliveira/Agência Senado

Caio Junqueirada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse a aliados que foi o receio de que houvesse uma invasão do Congresso por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro no dia seguinte às manifestações do 7 de setembro que motivou sua decisão de fechar o Legislativo nesta semana.

Pacheco e outros senadores receberam a informação de que lideranças do movimento iriam protocolar um pedido de impeachment contra ministros do Supremo às 14h desta quinta-feira (8).

O ato foi, inclusive, convocado em um vídeo gravado pelo caminhoneiro Marcos Antonio Pereira Gomes, o Zé Trovão, um dos signatários do pedido, que disse ainda que Bolsonaro receberia também o documento. O vídeo circulou em grupos de senadores.

A petição a que a CNN teve acesso, tem apenas duas páginas e pede “baseados no artigo 1º parágrafo único da Constituição Federal, segundo o qual o poder emana do povo que o exerce diretamente”, que Pacheco determine “o cumprimento das seguintes exigências do povo brasileiro no prazo de 24 horas:

1. Destituição de todos os ministros do STF.

2. Aprovação da PEC 113A no item relativo à impressão da cédula no processo de votação eletrônica e contagem pública dos votos”.

Pacheco, então, fez uma consulta a senadores mais próximos a ele e decidiu que fecharia o Congresso nesta semana. A avaliação foi a de que a ida dos manifestantes ao Congresso para entregar esse documento poderia gerar uma invasão nos moldes à que houve no dia 6 de janeiro no Capitólio, sede do Legislativo dos EUA. Na ocasião, apoiadores do então presidente Donald Trump invadiram o prédio em protesto ao resultado das eleições na qual foi derrotado para Joe Biden.

Além disso, houve uma segunda motivação para o fechamento: a dificuldade de acesso ao Congresso em razão de muitos caminhões e grades ainda estarem na Esplanada.

Mais Recentes da CNN