Vereadoras do Novo são suspensas após se acusarem de agressão

O desentendimento teria ocorrido devido ao tempo de fala de cada uma delas durante a votação da previdência municipal

Matheus MeirellesCarolina FigueiredoJulyanne Jucáda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

As vereadoras Cris Monteiro e Janaína Lima foram suspensas pelo Partido Novo após uma confusão no banheiro da Câmara Municipal de São Paulo, nesta quarta-feira (10).

O desentendimento teria ocorrido devido ao tempo de fala de cada uma delas durante a votação da previdência municipal.

Em nota, a vereadora Cris Monteiro afirmou que chegou a registrar um boletim de ocorrência por agressão contra Janaína Lima. Ela ainda afirma que fez corpo de delito, que está abalada, mas está se recuperando. Monteiro alegou ter sido estrangulada dentro do banheiro e ter ficado com marcas de agressão pelo corpo, principalmente no pescoço.

A vereadora Janaína Lima também alegou ter ficado com marcas do episódio. Em nota, a vereadora também disse ter sido vítima de uma “covarde agressão e de falsas acusações sobre o estrangulamento”. Ela também registrou um boletim de ocorrência.

O presidente da Câmara Municipal, Milton Leite, também publicou uma nota sobre o ocorrido, na qual disse que acompanha o caso e que tomará as medidas cabíveis. Ele afirmou, ainda, que nenhum tipo de agressão é aceitável dentro da Câmara que, segundo ele, é a casa da democracia.

Mais Recentes da CNN