17 estados e o DF estão em colapso na saúde; MT, MS, RS e RO não têm mais leitos

Mato Grosso do Sul (110% de ocupação) e no Mato Grosso (107,28%) estão em pior situação, indica levantamento da CNN; 2 estados usam menos de 80% de seus leitos

Paloma Souza e Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Quatro estados estão com 100% ou mais de seus leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados, situação que obriga pacientes com casos graves de Covid-19 a aguardarem na fila de espera para serem internados.

Os estados em situação mais grave são Mato Grosso do Sul, com 110% de ocupação, e Mato Grosso, com 107,28%. Já Rondônia e Rio Grande do Sul informaram estar exatamente com 100% das vagas em uso, segundo levantamento da Agência CNN junto às secretarias de Saúde estaduais.

Os dados mostram ainda que 13 estados e o Distrito Federal estão com mais de 90% de ocupação de leitos de UTI. 

Especialistas ouvidos pela CNN explicam que níveis de ocupação acima de 90% já configuram colapso porque não há mais margem para rotatividade dos pacientes nos leitos.

Leitos de UTI para Covid-19 em hospitais do interior de SP (18.dez.2020)
Leitos de UTI para Covid-19 em hospitais do interior de SP (18.dez.2020)
Foto: Reprodução/CNN

Em meio ao colapso da rede de saúde nacional, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) questionou na quinta-feira (18) o motivo da lotação das UTIs em todo o país e afirmou que “parece que só morre de Covid” no Brasil. 

“Você pega aí, pode ver, os hospitais tão com 90% da UTI ocupada. O que a gente precisa fazer? (Saber) Quantos são de Covid e quantos são de outras enfermidades”, disse o presidente.

Também na quinta-feira (18), o país contabilizou mais 2.724 mortes por Covid-19 em 24 horas, o segundo maior número em toda a pandemia – menor apenas que o registrado na terça-feira (16), quando 2.841 mortes entraram na contagem. Com a atualização, o Brasil chegou a 287.499 vítimas da doença causada pelo novo coronavírus.

O levantamento da CNN sobre os leitos mostra ainda que 6 estados estão com taxas de ocupação dos leitos de UTI acima de 80%: Sergipe, Pará, Bahia, Rio de Janeiro, Paraíba e Alagoas.  Apenas dois, Amazonas e Roraima – ainda não passaram dessa marca.

Os estados e municípios geram dados a partir de critérios diferentes, como a situação da rede pública e privada, a ocupação de UTI adulta, pediátrica e de Covid-19, assim como a taxa total que reúne todas as informações.

Estados (além do DF) com ocupação acima de 80% :

  • Mato Grosso do Sul – 110%
  • Mato Grosso – 107,28%
  • Rondônia – 100%
  • Rio Grande do Sul – 100%
  • Goiás – 97,36%
  • Pernambuco – 97%
  • Paraná – 97%
  • Santa Catarina – 96,4%
  • Acre – 96,2%
  • Tocantins – 95%
  • Piauí – 93,3%
  • Distrito Federal – 93,12%
  • Ceará – 92,58%
  • Rio Grande do Norte – 91,67%
  • Amapá – 91,04%
  • Maranhão – 90,96%
  • São Paulo – 90,6%
  • Espírito Santo – 90,26%
  • Minas Gerais – 88,64%
  • Sergipe – 89,3%
  • Pará – 87,18%
  • Bahia – 87%
  • Rio de Janeiro – 82,9%
  • Paraíba – 82%
  • Alagoas – 81%

Estados com ocupação de UTI abaixo de 80%:

  • Amazonas – 78%
  • Roraima – 71%

Mais Recentes da CNN