Empresas produtoras de oxigênio medicinal devem prestar informações a senadores

A comissão temporária do Senado, que acompanha as ações de enfrentamento à pandemia, se reúne nesta quinta (18) para debater o fornecimento do item a hospitais

Pedro Teixeira, da CNN em Brasília*
18 de março de 2021 às 12:09

A comissão temporária do Senado, que acompanha as ações de enfrentamento à pandemia, se reúne nesta quinta-feira (18) para debater o fornecimento de oxigênio a hospitais.

O oxigênio medicinal é imprescindível para salvar pacientes em casos graves de Covid-19. Os senadores discutem a distribuição do produto e a ampliação de fornecimento para os estados, principalmente para Rondônia, Acre, Ceará e Distrito Federal, alguns dos estados que já estão com o sistema de saúde em colapso e podem sofrer com a falta de oxigênio.

Cinco empresas que produzem oxigênio medicinal também deverão prestar informações aos senadores, conforme requerimento aprovado pela comissão da Covid-19. 

O presidente da comissão, Confúcio Moura (MDB-RO), informou aos senadores que está sendo negociada a vinda do próximo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para debater as ações do governo. 

Há um pré-agendamento, ainda não confirmado, para seu comparecimento ao Senado no dia 25 de março.

(*Com informações da Agência Senado)