'Parecer não deve vencer', diz infectologista sobre desobrigação de máscaras

Sugestão de retirar obrigação da medida protetiva contra a Covid-19 foi dada pelo presidente Jair Bolsonaro

Produzido por Jorge Fernando Rodrigues, da CNN, em São Paulo
11 de junho de 2021 às 00:04

Em entrevista à CNN, o infectologista do Instituto Emílio Ribas Sergio Cimerman afirmou que o parecer do presidente Jair Bolsonaro sobre a possibilidade da desobrigação do uso de máscaras "não deve vencer". Segundo o médico, a decisão não deve avançar pela linha técnica adotada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

"Se o ministro consultar especialistas e infectologistas, nenhum de nós em sã consciência vai permitir uma autorização", disse Cimerman. No entanto, ele admite que a fala de Bolsonaro deixou Queiroga em uma "saia justa". 

"Não existe essa possibilidade [de desobrigar o uso de máscaras], principalmente porque estamos engatinhando no nosso processo de imunização."

De acordo com o infectologista, a medida de proteção contra a Covid-19 só pode ser desobrigada em locais abertos quando o país estiver perto de imunizar cerca de 60% a 70% da população e com as duas doses da vacina. 

Infectologista Sergio Cimerman em entrevista à CNN
Infectologista Sergio Cimerman diz que sugestão de Bolsonaro sobre desobrigação das máscaras não deve avançar (10.jun.2021)
Foto: Reprodução / CNN