Novo lote de 800 mil doses de Coronavac é entregue ao Ministério da Saúde

Mais 200 mil doses serão distribuídas amanhã ao Ministério da Saúde, segundo governo paulista

Camila Neumam, da CNN, em São Paulo
14 de julho de 2021 às 09:21 | Atualizado 14 de julho de 2021 às 11:46

Novo lote com 800 mil doses da vacina Coronavac foram entregues nesta quarta-feira (14) ao Ministério da Saúde, segundo o governo paulista. Nesta quinta-feira (15), serão entregues mais 200 mil doses da vacina contra Covid-19 criada pelo laboratório Sinovac e produzida pelo Instituto Butantan, totalizando 1 milhão de vacinas liberadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) para distribuição em todo o país.

Segundo o governo paulista, até agosto deverão ser entregues 100 milhões de doses da Coronavac, um mês antes da previsão divulgada.

"Ao longo de agosto, vamos completar 100 milhões de doses, um mês antes do prazo contratado, que era 30 de setembro, complementando a totalidade do contrato do Butantan com o Ministério da Saúde. Nosso compromisso era concluir a entrega das vacinas contratadas, antecipamos em 30 dias e agora compramos vacinas para complementar o processo vacinal aqui em São Paulo", disse o governador de São Paulo, João Doria, durante a entrega do lote.

Com a entrega de hoje, as liberações chegam à marca de 54,149 milhões de doses fornecidas ao Ministério da Saúde desde 17 de janeiro, quando o uso emergencial do imunizante foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

As novas entregas iniciadas nesta quarta-feira são referentes à produção de um novo lote de 10 milhões de doses processadas a partir dos 6 mil litros de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) recebidos no último dia 26 de junho.

A matéria-prima foi envasada e passou por etapas como embalagem, rotulagem e controle de qualidade das doses.

As vacinas entregues hoje já contemplam o segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de vacinas. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12 de maio. O Butantan trabalha para completar, até agosto, 100 milhões de vacinas disponibilizadas ao Ministério, antecipando em 30 dias o prazo contratual.

Na madrugada desta terça-feira (13) o instituto recebeu carga recorde de 12 mil litros de matéria-prima para produzir e entregar outras 20 milhões de doses. 

Uma nova remessa de IFA, com mais 12 mil litros, deve chegar até o final deste mês, segundo o governo paulista.