Agência dos EUA autoriza vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos

Esta é a primeira vacina da Covid-19 autorizada nos Estados Unidos para crianças menores

Maggie Foxda CNN

Ouvir notícia

A Food and Drug Administration (FDA), órgão semelhante à Anvisa, nos Estados Unidos, emitiu uma autorização de uso emergencial nesta sexta-feira (29) para a vacina contra a Covid-19 da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos. Esta é a primeira vacina da Covid-19 autorizada no país para crianças menores.

Na terça-feira (26), os conselheiros sobre vacinas da FDA votaram por unanimidade (17-0), com uma abstenção, para recomendar o uso nos Estados Unidos da vacina, que é formulada com um terço da dose da vacina usada para pessoas com 12 anos ou mais.

A Pfizer diz que um ensaio clínico mostrou que sua vacina fornece mais de 90% de proteção contra doenças sintomáticas entre crianças, mesmo com um terço da dose, e a empresa espera que a dose mais baixa reduza o risco de quaisquer efeitos colaterais.

O que acontece a seguir: a questão agora vai para os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. Os conselheiros de vacinas do CDC, o Comitê Consultivo em Práticas de Imunização, se reúnem no dia 2 de novembro para discutir se recomendam o uso da vacina entre as crianças dos Estados Unidos. Em seguida, a diretora do CDC, Rochelle Walensky, toma a decisão final sobre o uso da vacina.

A Casa Branca diz que já tem um plano para distribuir vacinas para crianças. As vacinas podem ser administradas assim que o CDC aprovar.

A vacina da Covid-19 da Pfizer foi previamente autorizada para crianças de 12 a 15 anos. A vacina é aprovada para pessoas com 16 anos ou mais no país norte-americano.

Este é um texto traduzido. Para ler o original em inglês, clique aqui.

Mais Recentes da CNN