Busca por testes de Covid quintuplica em um mês e bate recorde, diz Abrafarma

Farmácias realizaram 558 mil testes na última semana, cinco vezes mais que a média no início de dezembro e bem acima do pico semanal anterior, de 367 mil, em maio

Da CNN*

em São Paulo

Ouvir notícia

A realização de testes nas farmácias para detecção da Covid-19 mais que quintuplicou no país desde o início de dezembro, e atingiu níveis recordes, de acordo com levantamentos da Associação Brasileira Redes Farmácias e Drogarias (Abrafarma).

A disparada na procura, somado à dificuldade dos fabricantes de responder na mesma velocidade e também a uma limitação espacial nas farmácias, que em geral não conseguem atender muito mais de 30 pessoas em um dia, é o que está colaborando para as filas e a dificuldade em encontrar testagem disponível que os brasileiros têm testemunhado nos últimos dias.

As informações foram dadas pelo presidente da Abrafarma, Sérgio Mena Barreto, que falou à CNN em entrevista neste sábado (22). De acordo com ele, a associação contabilizou 558 mil testes realizadas nas redes de farmácias de todo o país na semana entre 10 e 16 de janeiro, o que significa um novo recorde.

O pico anterior havia sido registrado em maio do ano passado, quando as drogarias chegaram a realizar 367 mil testes em uma única semana. Até o início de dezembro, conforme o número de infecções foi caindo, a média semanal estava em cerca de 100 mil testes por semana.

“Não era uma alta prevista. Em novembro, estávamos com uma média de 100 mil testes por semana, e, de repente, na segunda semana de dezembro, tudo explodiu”, disse Barreto.

“Veio a síndrome gripal, totalmente fora de época, junto com as festas de fim de ano e também o recesso das indústrias farmacêuticas, que dão férias coletivas nesse período. Então fomos pegos de surpresa pelo grande volume.”

Falta de espaço

Barreto afirma que laboratórios e farmácias estão trabalhando para normalizar a oferta, mas explica que, mesmo com testes suficientes disponíveis, há uma limitação na capacidade de atendimento das drogarias para uma demanda tão alta de uma vez.

“As farmácias têm uma limitação de área para testes. Elas conseguem fazer de 30 a 36 testes por dia. O laudo demora de 15 a 20 minutos para ficar pronto, tem ainda a limpeza entre um paciente e outro”, disse.

“Então tem essa sensação de falta de testes, quando na verdade há uma falta de vagas para conseguir fazer o teste. A farmácia consegue fazer 30 testes e tem muito mais gente procurando, 50, 60 pessoas por dia.”

*Texto publicado por Juliana Elias

Mais Recentes da CNN