EUA: Paralisação do uso da vacina da Janssen não terá impacto na vacinação

De acordo com a Casa Branca, o presidente Joe Biden agiu para garantir doses suficientes da Pfizer e Moderna para 300 milhões de americanos até o final de julho

Adrienne Vogt, CNN

Ouvir notícia

A Casa Branca afirmou nesta terça-feira (13) que a paralisação do uso da vacina da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson, não terá impacto nos esforços de vacinação dos Estados Unidos. 

O coordenador de resposta ao coronavírus da Casa Branca, Jeff Zients, disse que o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) e a recomendação da Food and Drug Administration (FDA) não terão um grande impacto agora no programa de vacinação em curso no país.

“A vacina J&J representa menos de 5% dos mais de 190 milhões de doses aplicadas registradas nos Estados Unidos até agora”, disse Zients a repórteres na sala de coletiva de imprensa da Casa Branca.

Segundo ele, há doses das vacinas da Pfizer e da Moderna suficientes para 300 milhões de americanos. 

Frascos da vacina da Johnson & Johnson contra Covid-19
Frascos da vacina da Johnson & Johnson contra Covid-19
Foto: Divulgação/Johnson & Johnson

 

“O presidente agiu no início deste ano, antes mesmo de a vacina J&J ser autorizada, para garantir doses suficientes da Pfizer e Moderna para 300 milhões de americanos até o final de julho”, disse Zients.

Segundo ele, ainda nesta semana, 28 milhões de doses das vacinas Pfizer e Moderna serão disponibilizadas e os Estados Unidos devem manter a média de 3 milhões de vacinas por dia. “Temos suprimento mais do que suficiente de vacinas da Pfizer e Moderna para continuar o ritmo atual de cerca de 3 milhões de vacinas por dia”, disse Zients.

Ainda nesta terça, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e a Food and Drug Administration (FDA) recomendaram a paralisação do uso da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório Janssen devido aos relatos de surgimento de um tipo de coágulo “raro e grave”.

De acordo com os órgãos de saúde,seis casos de coágulos foram identificados entre os cidadãos vacinados com as mais de 6,8 milhões de doses da vacina administradas nos Estados Unidos.

Os Estados Unidos, em números absolutos, é o país que mais aplicou doses da vacina contra a Covid-19 – até esta terça-feira (13) são 189.692.045 de doses aplicadas, de acordo com levantamento feito pela Agência CNN. 

Painel da vacina covid-19 13 de abril
O painel da vacina desta terça-feira (13) mostra o total de doses aplicadas no Brasil e em países do G20
Foto: CNN

 

Mais Recentes da CNN