Governo federal abrirá consulta pública sobre vacinação infantil nesta quinta

Até 2 de janeiro, população poderá se manifestar sobre imunização contra Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos no portal do Ministério da Saúde

Vacina da Pfizer contra a Covid-19.
Vacina da Pfizer contra a Covid-19. Cristine Rochol/PMPA

Léo Lopesda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Nesta quinta-feira (23), será aberta pelo governo federal a consulta pública para que a população se manifeste a respeito da vacinação de crianças contra Covid-19.

A vacinação contra a Covid-19 com o imunizante da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos idade já foi autorizada pela Anvisa, no último dia 16.

A Câmara Técnica que assessora o governo sobre imunização da Covid-19 também deu parecer favorável, que é reiterado por especialistas da comunidade médica.

A abertura do processo de consulta foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), desta quarta (22), e assinada pela secretária extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, Rosana Leite de Melo.

As manifestações sobre a imunização contra o coronavírus de crianças de 5 a 11 anos de idade poderão ser enviadas através do portal do Ministério da Saúde.

“Fica estabelecido o período de 23 de dezembro de 2021 a 02 de janeiro de 2022 para que sejam apresentadas contribuições, devidamente fundamentadas”, estabelece o texto publicado no DOU.

Audiência pública em janeiro

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que fará no dia 4 de janeiro uma audiência pública sobre a vacinação de crianças no Brasil.

A informação sobre a audiência havia sido antecipada pelo analista da CNN, Caio Junqueira.

“Nós vamos fazer um procedimento administrativo para avaliar a decisão da Anvisa em todos os seus aspectos, para, a partir dessa análise, verificar a implementação dessa decisão no âmbito de uma política pública”, complementou o ministro.

No dia 4 de janeiro será realizada uma audiência pública, no Ministério da Saúde, para discutir o que foi oferecido em consulta pública, em adição com o posicionamento da Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização da Covid-19 (CTAI Covid-19).

A discussão servirá de base para a decisão final do Ministério da Saúde, segundo informou Queiroga.

De acordo com o ministro, questões em torno da aplicação da vacina em criança devem ser analisadas no “âmbito técnico” e ao “âmbito do Ministério da Saúde”, para, a partir daí, esta política ser seguida por estados e municípios.

Mais Recentes da CNN