Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    InfoGripe: Crianças e idosos têm mais riscos de desenvolver casos graves da gripe

    Pesquisador da Fiocruz e coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes, falou à CNN sobre o surto de vírus

    Anna Gabriela CostaLayane Serranoda CNN

    em São Paulo

    O pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes, falou à CNN, nesta sexta-feira (17), sobre o surto de gripe que atinge algumas cidades do Brasil. Para o pesquisador, o cuidado deve ser redobrado com crianças e idosos, que podem desenvolver a forma mais grave do vírus.

    “Os grupos prioritários da vacinação da gripe são sempre crianças pequenas e idosos, muitos locais incluem trabalhadores de saúde e professores. Crianças e idosos fundamentalmente têm que ser priorizado, faz sentido a gente enfatizar, preferencialmente eles, que têm mais risco de desenvolver casos graves”, disse Gomes.

    surto do vírus influenza da gripe, começou no Rio de Janeiro e já preocupa estados como São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. A situação, é reflexo, em grande parte, da flexibilização das medidas não-farmacológicas.

    “Preferencialmente crianças e idosos [a vacinar], porque têm mais risco de acabar desenvolvendo um caso grave e até mesmo, infelizmente, vir a morrer. A gente se acostumou e naturalizou a gripe, mas ela é causa importante, tanto de internações, quanto de mortes por problemas respiratórios”, complementou.

    Segundo o pesquisador, as flexibilizações das medidas sanitárias para conter a Covid-19 contribuem para o surgimento de vírus.

    “Cada vez mais, com flexibilizações e retomada da rotina, estamos nos expondo muito mais e facilitando a transmissão de vírus respiratórios”, disse.