Niterói pode ser a primeira cidade do Rio de Janeiro a vacinar adolescentes  

Município decidiu imunizar pessoas entre 12 e 17 anos com comorbidades assim que receber nova remessa de doses da Pfizer  

Vacina contra Covid-19 da Pfizer no Rio de Janeiro
Vacina contra Covid-19 da Pfizer no Rio de Janeiro Foto: Ricardo Moraes/Reuters (4.mai.2021)

Beatriz Puente e Pauline Almeida, da CNN, no Rio  

Ouvir notícia

A cidade de Niterói, na região metropolitana, deve ser a primeira do estado do Rio de Janeiro a vacinar adolescentes contra a Covid-19. A prefeitura vai incluir no calendário de imunização os jovens de 12 a 17 anos que tenham comorbidades.  

Agora, o município depende da chegada de novas remessas da vacina da Pfizer, única autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), até o momento, para esse público. O Ministério da Saúde recebeu cerca de 920 mil doses da farmacêutica no último dia 14.  

A Prefeitura de Niterói informou, na manhã deste sábado (17), que aguarda o envio de imunizantes para iniciar a nova etapa da campanha. A partir da chegada, os adolescentes poderão buscar um dos postos de vacinação, portando um documento de identidade. Um laudo médico com indicação da dose também será exigido. 

Na manhã deste sábado (17), mais de 290 mil doses de vacinas contra a Covid-19 estão sendo distribuídas no estado do Rio de Janeiro, mas apenas a da AstraZeneca. A remessa faz parte do lote de 4,4 milhões de doses entregues pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) esta semana.

O Ministério da Saúde também recebeu, nessa sexta-feira (16), mais de 1 milhão de vacinas da Coronavac, que ainda serão distribuídas aos estados nos próximos dias.  

Capital antecipou vacinação de adolescentes 

Na cidade do Rio de Janeiro, o prefeito Eduardo Paes anunciou a vacinação de adolescentes no dia 18 de junho. Já, essa semana, anunciou a antecipação do calendário. O Município prevê que, a partir do dia 23 de agosto, os jovens entre 12 e 17 anos possam receber a primeira dose do imunizante. “Estamos sendo conservadores com esse calendário dos adolescentes. Dependendo das entregas, ainda dá para adiantar um pouco mais”, disse o prefeito do Rio.

Apesar da previsão para o público em geral, adolescentes moradores da Ilha de Paquetá, na região central da cidade, vão receber a dose da Pfizer contra o coronavírus já no próximo dia 25, dentro de um experimento de vacinação em massa.

Mais Recentes da CNN