Nova fábrica da Fiocruz é um marco para o SUS, diz Pazuello

Ministro diz que Complexo Industrial de Biotecnologia em Saúde ajudará o brasil a ser autossuficiente na produção de vacinas

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta sexta-feira (5) que a construção do Complexo Industrial de Biotecnologia em Saúde (Cibs) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro, é um marco para o Sistema Único de Saúde (SUS) e será fundamental para que o Brasil alcance a autossuficiência na produção de imunizantes.

“Precisamos ser autossuficientes na produção de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), de vacinas e insumos para combater esse e os próximos vírus que virão. Esse é um marco para a saúde pública do Brasil e para o SUS”, disse Pazuello no lançamento do edital de licitação do Cibs.

“Isso é muito importante e se havia alguma dúvida a pandemia tirou essa dúvida. Esse complexo representa importante reforço para nosso Programa Nacional de Imunização, que pela relevância e grandeza do nosso país, também é o maior programa de imunizações do mundo”, completou.

Ele disse que no sábado (6), a Fiocruz receberá os insumos necessários para o início da produção nacional da vacina de Astrazeneca/Oxford. Pazuello disse que projeta a produção de 100 milhões de doses no primeiro semestre de 2021, e 20 milhões de doses por mês no segundo semestre, com a produção do IFA no Brasil.

O ministro disse que, além desse imunizante, a pasta já fechou contrato para aquisição de doses do Instituto Butantan e que negocia com outros laboratórios, como o indiano Bharat Biotech, que produz a Covaxin, e o Instituto Gamaleya, da Sputnik V. 

De acordo com o titular da Saúde, um acordo com essas duas produtoras poderia resultar na entrega de mais 30 milhões de doses da vacina nos próximos meses. 

Pazuello disse, no entanto, que apenas a vacina não irá solucionar a pandemia. “Precisamos continuar as medidas preventivas, as medidas de afastamento social”, disse. “Precisamos continuar com os cuidados para evitar a propagação do vírus entre as pessoas”. 

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na divulgação do edital da nova fábrica da Fiocruz
Foto: Reprodução/Fiocruz

 

 

Mais Recentes da CNN