“Pais e mães podem ficar totalmente tranquilos sobre a vacina”, diz especialista

Coordenador da Sociedade Brasileira de Infectologia explicou sobre possíveis efeitos adversos e reforçou a tranquilização em relação à aplicação das doses

Produzido por Layane Serranoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A decisão do Ministério da Saúde em suspender a vacinação de adolescentes sem comorbidades, nesta quinta-feira (16), resultou em críticas por parte da comunidade científica. Em entrevista à CNN, o coordenador da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Sérgio Cimerman, reafirmou a segurança e a eficácia da aplicação das vacinas na faixa etária.

“As sociedades médicas já vieram a público através de notas colocando que aprovam o uso da vacina da Pfizer para adolescentes entre 12 e 17 anos, sendo uma vacina segura e que tem sido usada em larga escala nos Estados Unidos, em Israel e no Chile. O que nós gostaríamos de deixar muito claro para a população é que não tenham medo de vacinar. A vacina é totalmente segura. Pais e mães podem ficar totalmente tranquilos”, afirmou o especialista.

Cimerman ainda explicou sobre os efeitos adversos que podem ser causados pela vacina e reforçou a tranquilização em relação à aplicação das doses.

“Os efeitos adversos são iguais aos de qualquer vacina: febre, mal-estar ou dor no local da aplicação. Podem acontecer, muito raramente, casos de miocardite ou pericardite, e ainda assim o benefício supera o risco de tomar a vacina, porque você também pode ter miocardite grave caso contraia a Covid-19. Então, é muito importante que as pessoas não tenham medo da vacina”, completou o especialista.

Mais Recentes da CNN