Fiocruz aponta que número de casos e mortes por Covid-19 tem maior queda no ano

Apenas a capital do Rio de Janeiro está com a taxa de ocupação de leitos acima de 80%

Lucas Janoneda CNN

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O número de casos e de mortes por Covid-19 no Brasil sofreu a maior queda desde o início de 2021. É o que diz o boletim mais recente do Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta sexta-feira (17). Segundo o levantamento, são 12 semanas consecutivas de diminuição do número de óbitos, com redução diária de 3,8% entre 5 e 11 de setembro.

O total de casos também apresenta tendência de redução, mas com oscilações ao longo das últimas 12 semanas. A Fiocruz aponta que foram registrados cerca de 15,9 mil casos e 460 mortes diárias na última semana. Os pesquisadores da fundação acreditam que os bons resultados parecem estar consolidados.

Entretanto, os especialistas ainda recomendam cautela com o cenário epidemiológico no país. Isso porque a variante Delta pode agravar a pandemia, o que reforça a importância da manutenção das medidas restritivas contra o vírus.

“Apesar da queda acentuada da mortalidade por Covid-19, a pandemia ainda não acabou, e cuidados ainda devem ser mantidos para que este quadro positivo não seja revertido. A circulação da variante Delta é um agravante no cenário atual, principalmente porque, em alguns locais, o processo de reabertura se torna cada vez mais acelerado e menos criterioso”, diz um trecho da pesquisa.

A Fiocruz ainda demonstra que a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos se encontra no melhor cenário desde que a fundação começou o monitoramento do indicador. Apenas a capital do Rio de Janeiro está com a taxa de ocupação de leitos acima de 80%, enquanto Boa Vista e Curitiba estão no patamar de alerta intermediria com 76% e 64%, respectivamente.

Mais Recentes da CNN